A- |  A+

Condomínio Residencial Torres da Chapada apresenta Estudo de Impacto de Vizinhança do empreendimento


Foto: Walter Machado

Clique para ampliar

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Cuiabá (SMDU) promoveu, nesta quarta-feira (22-06), audiência pública para apresentação do Estudo de Impacto de Vizinhança e Relatório de Impacto de Vizinhança (EIV/RIV) do projeto para a construção do Condomínio Residencial Vertical Torres da Chapada, da Empresa Vanguard Home. O Condomínio será construído no quilômetro 01 da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT 251), ao lado da Associação do Ministério Público do Estado, no Bairro Jardim Ubirajara (saída para Chapada dos Guimarães).  

O Residencial Vertical Torres da Chapada é um grande empreendimento, que será instalado em uma área de aproximadamente 50 mil m² (49,9). Serão 16 torres de apartamentos, totalizando 1.020 moradias. O residencial será subdividido em quatros residenciais, sendo dois com duas torres cada uma, o terceiro com cinco torres e o quarto com sete torres de apartamentos. A estimativa é que, entre população fixa e flutuante, 5.200 pessoas circulem pelo local diariamente.  

O lançamento oficial do primeiro residencial será o próximo mês de agosto, com previsão de inauguração para julho de 2015. De acordo com a construtora, todo o empreendimento estará concluído em julho de 2017.  

De acordo com o EIV/RIV, a construtora tomou providências para que o acesso ao residencial não provoque transtornos no trânsito local, já que a rodovia Emanuel Pinheiro tem um grande fluxo de veículos. O empreendimento também tomou cuidado de projetar a área verde a ser compartilhada com a comunidade, cumprindo a Legislação Municipal. 

Como medida mitigadora (isto é, compensação pelos impactos causados na região), o Condomínio ficou responsável pela obra de uma via de 18 metros de largura, que dará acesso a outros empreendimentos na região e que auxiliará na fluência do trafego na região.  

A audiência pública é realizada para que a população possa tomar conhecimento da obra e dos impactos causados em sua comunidade, e apresentar sugestões. Representantes da comunidade apresentaram outras sugestões de medidas mitigadoras, visando beneficiar a população que já vive na região.  

A audiência desta quarta-feira contou com a participação do promotor do Meio Ambiente, Gerson Barbosa. Ele apresentou sua preocupação em relação à gestão e a destinação dos resíduos da construção. “É um grande empreendimento. Não adianta dizer que entregou o resíduo para determinada empresa dar a destinação e depois isto ser jogado nos nossos rios. É preciso o cuidado para que os resíduos tenham a destinação correta”, ressaltou ele. 

O diretor regional da Vanguard Home, Marcio Ferreira, explicou que a empresa toma todos os cuidados para encaminhar os resíduos para área destina pela Prefeitura de Cuiabá especificamente para isto.  

Marcio Ferreira também comemorou a realização da audiência, depois de três anos de trabalho para confecção do projeto e aprovação pelo município. “Chegar a este momento é gratificante. Foram três anos de trabalho para chegarmos até aqui, cumprindo a Legislação e toda a documentação exigida pelo município. O município tem uma análise muito criteriosa de toda a documentação e das regras a serem seguidas”, declarou Marcio.  

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano, Silvio Fidelis, destacou a importância de mais um grande empreendimento “para o crescimento e desenvolvimento de Cuiabá”.  

A diretora de Plano Diretor da SMDU, Catarina Gonçalves de Almeida, explica que, agora, o EIV/RIV irá para apreciação e posterior aprovação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Estratégico - CMDE. “O Conselho irá analisar o Estudo e o Relatório, as sugestões da comunidade e pode também apresentar novas sugestões”, disse Catarina.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá