Quinta, 29 de setembro de 2011, 15h39
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano

Instituto Coca Cola Brasil será parceiro da Prefeitura de Cuiabá em projeto de reciclagem de lixo


Otmar de Oliveira

Clique para ampliar

O Instituto Coca Cola Brasil será parceiro da Prefeitura de Cuiabá no desenvolvimento do projeto Valorizando Vidas no aterro sanitário da capital. A equipe técnica do Instituto esteve reunida, nesta quinta-feira (29-09), com o prefeito Chico Galindo e com a idealizadora e coordenadora do projeto, primeira dama de Cuiabá, Norma Sueli Galindo, além de representantes da fábrica da Coca Cola em Mato Grosso (Grupo Renosa). O Instituto dará assessoria técnica para a Prefeitura no desenvolvimento do projeto, além de promover algumas ações emergenciais na usina de reciclagem de lixo do aterro.

O projeto Valorizando Vidas no Aterro Sanitário começou com o objetivo de reestruturar a usina de reciclagem de lixo e assim dar melhores condições de vida e renda aos trabalhadores que atuam no local e são cooperados da Coopermar (Cooperativa dos Trabalhadores de Materiais Recicláveis). Além de levar uma série de serviços aos cooperados.

Mas, agora a Prefeitura de Cuiabá está ampliando a área de atuação, buscando implantar a coleta seletiva de lixo na capital, e dar o tratamento e a destinação adequada aos resíduos sólidos, promovendo assim a conservação ambiental.

O coordenador Nacional do Projeto Reciclou, Ganhou, Júlio Cesar Santos – que já conhece o trabalho da Coopemar - explicou que o Instituto tem todo interesse em atuar no município de Cuiabá, pois a Coca Cola é patrocinadora oficial da Copa do Mundo de 2014, e uma das prerrogativas da FIFA (organizadora do Mundial) é que as cidades sede do mundial, como Cuiabá, trabalhem a questão do tratamento do lixo. A sustentabilidade é a marca da Copa de 2014.

“A destinação correta dos resíduos e a reciclagem do lixo é o legado que a Coca Cola quer deixar para a sociedade depois da Copa do Mundo”, destacou Júlio Cesar Santos.

A parceria com o município de Cuiabá pode ir além de cooperação técnica para a usina de reciclagem de lixo. O Instituto está trabalhando em parceria com a prefeitura do Rio de Janeiro, para a implantação de um amplo programa de reciclagem do lixo. Por meio de financiamento do BNDES, estão sendo implantados seis entrepostos para coleta e reciclagem do lixo (latas de alumínio, garrafas pet, etc). O BNDES financia o projeto, avaliado em R$ 50 milhões (fundos não reembolsáveis).

“O mesmo pode ser feito em Cuiabá. O Instituto quer ser parceiro neste projeto. É nossa contribuição como marca e a contribuição dos fabricantes locais”. De acordo com Júlio, a Prefeitura de Cuiabá terá que encaminhar o projeto ao BNDES, que pode ser nos mesmos moldes do desenvolvido na cidade do Rio de Janeiro, e o Instituto dará toda a assessoria técnica necessária.

“Cuiabá tem todas as condições necessárias para desenvolver o mesmo projeto e receber o financiamento do BNDES. Já desenvolve um trabalho no aterro sanitário, tem uma cooperativa de catadores e será sede da Copa do Mundo, assim como o Rio de Janeiro”.

A proposta foi recebida com entusiasmo pelo prefeito e pela primeira dama de Cuiabá, que já deram o encaminhamento para elaboração do projeto. “Esperamos ansiosos por este encontro com o Instituto Coca Cola Brasil e tivemos uma resposta muito gratificante.

Coopemar

Além do amplo projeto de reciclagem, o Instituto Coca Cola Brasil se prontificou em prestar uma auxilio técnico imediato na reestruturação da usina de reciclagem de lixo e na Coopemar.  O Instituto trabalha em parceria com 221 cooperativas de catadores de lixo, espalhadas por todo Brasil, com a meta de ampliar a parceria para 300 cooperativas em 2012.

“Vamos fazer uma análise de todo o trabalho desenvolvido na usina, da capacidade e das necessidades, e dar um auxílio necessário, para promover uma melhoria imediata no local. O objetivo é levar eficiência a cooperativa. Isto também será importante para quando os técnicos do BNDES vierem conhecer a usina, o aterro e a cooperativa”, destacou Júlio.

“Estamos trabalhando para que a cooperativa e se torne uma instituição viável e independente do município. Que os trabalhadores possam tirar o máximo de rentabilidade do lixo reciclável”, explicou a primeira dama, Norma Sueli Galindo.

Na tarde desta quinta-feira, os representantes do Instituto Coca Cola Brasil farão uma visita ao aterro sanitário e a usina de reciclagem de lixo.

Reciclou, Ganhou

O Instituto Coca Cola Brasil tem a missão de mobilizar a sociedade por meio da influência do Sistema Coca-Cola Brasil, com o fim de promover programas transformacionais de significativo impacto no desenvolvimento socioambiental do País. Contribuir para transformações socioambientais efetivas, sendo percebida como uma organização comprometida com trabalho em rede e mobilizadora de parcerias.

No Reciclou, Ganhou nada se perde. Tudo se transforma em contribuição para uma sociedade e um meio ambiente melhor. É assim desde 1996, quando o Programa foi criado para estimular a reciclagem de embalagens e apoiar as cooperativas de catadores. Hoje, milhares de brasileiros têm nessa atividade sua única fonte de renda e contribuem para a formação de uma cultura de reciclagem nas próprias comunidades em que moram e de onde retiram boa parte do material coletado.

Índices de reciclagem no Brasil em 2009: alumínio, 92%; PET, 54,8%; vidro, 47%;Tetra Pak, 26%. Com 100% dos engarrafadores envolvidos, o Reciclou, Ganhou apoiou nos últimos anos:

- 4.700 instituições beneficiadas
- 3.000 catadores em mais de 130 cooperativas em todos os estados brasileiros: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP e TO

Como funciona: Os recursos gerados pela reciclagem são investidos na infraestrutura das cooperativas, como compra de caminhão, prensa, balcão, uniformes, aluguel de galpão e capacitação de funcionários. Tudo para que essas organizações sejam cada vez mais produtivas.

Enviar Matéria Imprimir Voltar
Matéria(s) relacionada(s):
  • Servidores municipais participam de programa de voluntariado para a Copa

  • Prefeitura participa da 5ª Semana do Microempreendedor Individual

  • Cuiabá pode firmar parcerias com cidades alemãs

  • Secretaria de Educação seleciona voluntários para o Programa Brasil Alfabetizado

  • Mauro Mendes se reúne com Banco do Brasil e avalia possíveis parcerias em programas sociais

  • Secretaria de Saúde de Cuiabá credencia clínicas odontológicas no programa Brasil Sorridente do governo federal

  • Independência do Brasil é comemorada durante três dias pela Prefeitura de Cuiabá

  • Prefeitura de Cuiabá e Banco do Brasil fazem parceria para construção de casas para servidores

  • Estudantes de Cuiabá realizam primeira etapa da Provinha Brasil

  • Prefeitura de Cuiabá é parceria na execução de projeto de erradicação da pobreza

  • Cuiabá receberá projeto de Coleta Seletiva "Cidades da Copa"

  • Força Tarefa da Educação acompanha aplicação da Prova Brasil

  • Rede de ensino de Cuiabá aplica segundo simulado da Prova Brasil

  • Cuiabá terá núcleo local do ODM Brasil - Objetivos do Milênio

  • Instituto Coca Cola Brasil será parceiro da Prefeitura de Cuiabá em projeto de reciclagem de lixo

  • SMTU informa interdições para 7 de Setembro

  • Esporte Clube Gama representará o estado na Taça Brasil de Futsal

  • Prefeito participa da reunião do Conselho de Acompanhamento da Copa do Mundo

  • BB e Prefeitura de Cuiabá iniciam parceria em benefício de catadores de lixo

  • Turismo é debatido em Workshop na UNIRONDON

  • Transporte coletivo será reforçado para realização de concurso público do Banco do Brasil

  • Prefeitura prestigia inauguração da nova sede do BMB em Cuiabá

  • Parceria com empresa privada viabiliza reforma de Museu do Rio

  • Superintendente do BB visita prefeito; Cuiabá pode ter acesso a mais crédito

  • Praça Alencastro, nº 158 - Centro

    CEP: 78005-906

    Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

    © 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá