Sexta, 08 de março de 2013, 10h10
Pronto-Socorro receberá R$ 6,6 milhões para qualificar o atendimento

Secretaria de Comunicação de Cuiabá

O Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá vai receber de R$ 6,6 milhões para implantação do Programa SOS Emergências. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, nesta quinta-feira (07).

O programa faz parte de um conjunto de ações do Ministério da Saúde para diminuir o tempo de espera por atendimento nos serviços da rede pública. Em parceria com o Governo Federal, gestores municipais e estaduais trabalharão para enfrentar as principais necessidades da unidade, desenvolvendo ações visando qualificar a gestão, ampliar o acesso aos usuários em situações de urgência e garantir atendimento ágil, humanizado e com acolhimento.

O Pronto-Socorro de Cuiabá foi integrado ao programa por possuir mais de 100 leitos e realizar grande número diário de internações e atendimentos ambulatoriais.

A unidade vai contar com R$ 3,6 milhões/ano de custeio e qualificação do atendimento, e terá investimento de R$ 3 milhões/ano para a realização de obras e aquisição de equipamentos. Os investimentos serão definidos em conjunto com a unidade, após avaliação.

Repasse mensal de R$ 300 mil também poderá ser feito para desenvolvimento de trabalhos dos Núcleos de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH), que serão instalados em cada unidade, e ficarão responsáveis por diagnosticar as principais dificuldades relacionadas à porta de entrada de emergência e apontar as medidas a serem adotadas para resolução das mesmas.

Cada núcleo será composto por representantes do Ministério da Saúde, das secretarias estadual e municipal de Saúde e do Pronto-Socorro e a previsão é que eles façam, no prazo de 30 dias, um diagnóstico em relação à quantidade de leitos e à capacidade de ampliação da rede de atendimento domiciliar do município.

Para qualificar a assistência, serão adotadas medidas como o acolhimento e classificação de risco dos pacientes.

De janeiro a dezembro 2012, o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá realizou 9.606 internações e 123.519 atendimentos, tendo recebido R$ 11,8 milhões do Ministério da Saúde para custear esses atendimentos hospitalares.

Para o secretário de Saúde de Cuiabá, Kamil Fares, o programa vai melhorar a capacidade de atendimento do Pronto Socorro, que atualmente está esgotada.

“Hoje enfrentamentos muitas dificuldades. Para cada 100 leitos existentes no Pronto Socorro, temos 120 pacientes, que acabam sendo atendidos em macas. O programa SOS Emergências vai melhorar muito a nossa capacidade de atendimento. Com isso, conseguiremos desafogar o Pronto Socorro e salvar mais vidas”, ressaltou.


O Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá conta atualmente com 258 leitos, sendo 25 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 112 de urgência e 121 de enfermaria, além de 15 consultórios (13 clínicos e 2 salas de sutura) e 11 centros cirúrgicos.

 


Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Visite o website: https://www.cuiaba.mt.gov.br/