Segunda, 12 de dezembro de 2011, 14h28
A- |  A+

Saúde

Vigilância Sanitária de Cuiabá alerta para proibição da venda de inibidores de apetite



A Vigilância Sanitária de Cuiabá alerta à população que está proibida a venda dos medicamentos Anfepramona, Mazindol e Femproporex, por se tratarem de substâncias anorexígenas, que inibem o apetite. A proibição tem base numa Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O prazo de comercialização desses produtos expirou no último dia 8 de dezembro.

O órgão municipal deu início a uma fiscalização sistemática junto às farmácias e outros estabelecimentos da capital. “Quem infringir a lei sofrerá penalidades administrativas como a interdição do imóvel e judicial”, declarou o coordenador da VS de Cuiabá, Wagner Martins Coelho. 

Segundo o coordenador, a proibição da Anvisa levou em conta estudos realizados na Europa e Estados Unidos (EUA). "Comprovou-se que esses produtos não trazem benefício algum e não são adequados ao tratamento proposto (emagrecimento). Pior:  acarretam alto risco cardiológico pela elevação da pressão arterial. Os impactos negativos do uso de anfetaminas no organismo são acrescidos ainda de insônia, tremores depressivos e outros incômodos. Mas, a maioria das pessoas desconhece isso e consome produtos do tipo sem qualquer critério".

Em outros países, o uso desses medicamentos passa por um acompanhamento rigoroso (farmacovigilância). "O Brasil ainda carece de muitos dados sobre o impacto real desses medicamentos, mas sabe-se que causam dependência psíquica e física. De acordo com a idade, as pessoas modificam seu metabolismo e, consequentemente, em busca dos resultados almejados, aumentam as doses", salienta Coelho. 

Essas drogas são utilizadas largamente por motoristas de caminhão. “Na região de Rondonópolis, em investigações de acidentes com carretas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) descobriu caixas de anfetaminas nos veículos. Uma vez que, são alucinógenos, muitos condutores perderam o controle do volante ao ter visões de obstáculos diante de si", concluiu o coordenador.

Enviar Matéria Imprimir Voltar
Matéria(s) relacionada(s):
  • Vigilância Sanitária de Cuiabá monitora Jogos Indígenas

  • Vigilância Sanitária de Cuiabá interdita drogaria na avenida Ipiranga

  • Vigilância Sanitária de Cuiabá alerta para proibição da venda de inibidores de apetite

  • Vigilância não encontra vetor da malária em Cuiabá

  • 5ª Mostra Internacional de Teatro Infantil apresenta esta tarde o espetáculo “Bom Apetite”

  • Saúde capacita técnicos para pesquisa de violência em acidentes

  • Capacitação debate causas e prevenção de mortes entre mulheres e crianças

  • Vigilância em Saúde Ambiental alerta sobre baixa umidade do ar

  • Cuiabá apresenta menor índice de registros de suspeita de dengue de 2011

  • Exposição de animais sinantrópicos orienta sobre doenças

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Saúde realiza atendimentos durante ação global deste sábado

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • SMS realiza campanha educativa sobre dengue na Unic

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Cuiabá divulga boletim semanal da Dengue

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Smades e parceiros fazem mutirão contra dengue

  • Vigilância divulga o boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Vigilância divulga boletim semanal da dengue em Cuiabá

  • Agentes de combate a Dengue vistoriam 32 mil imóveis em Cuiabá

  • SMS participa da Campanha Mobilização Casa Limpa

  • Saúde participa de audiência pública no combate contra a dengue

  • Cuiabá apresenta terceiro menor índice de registros de dengue de 2010

  • Cuiabá registra o segundo menor número de casos de dengue do ano

  • Saúde disponibiliza fascículo "Educação e Saúde, Sinônimo de Vida" para população

  • Saúde recomenda à população cuidados durante o período de estiagem

  • Oficina de capacitação dos membros executores de controle de Infecção Hospitalar

  • Praça Alencastro, nº 158 - Centro

    CEP: 78005-906

    Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

    © 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá