Terça, 03 de maio de 2011, 11h28
A- |  A+

Saúde

Saúde capacita servidores a identificarem violência doméstica


Foto: Divulgação

Clique para ampliar

Começa hoje (03-05), das 13h às 18h, no auditório do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá a Capacitação em Identificação, Diagnóstico e a Notificação dos casos de violência doméstica, sexual e outras violências interpessoais para os profissionais da saúde dos hospitais públicos, privados e do Centro de Especialidades Médicas (CEM). A capacitação acontece até o dia 06 de maio.

O pequeno número de denúncias, associado à falta de instrumentos adequados para o registro do problema dificultam o dimensionamento claro e exato da violência doméstica e sexual no Brasil. Em Cuiabá não é diferente, o preconceito, o medo e precariedade dos serviços de saúde públicos e das varas especializadas acabam impedindo o aperfeiçoamento das formas de prevenção e o tratamento das pessoas acometidas.

Conforme a gerente da Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (Dante), Josiane Rodrigues, um dos objetivos do evento é fortalecer a formação da Rede de Atenção Integral às Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos (Raicami) de Cuiabá. Além disso, segundo a gerente, é também promover o treinamento dos profissionais para identificação da violência.

A notificação compulsória se tornou obrigatória no Brasil, conforme a Portaria nº 104 do Ministério da Saúde, publicada no dia 26 de janeiro de 2011, no Diário Oficial da União, que atualizou a Lista de Notificação Compulsória (LNC) e determinou a obrigatoriedade da notificação através dos profissionais de saúde.

Cuiabá

A subnotificação dos casos ainda reflete a realidade de violência doméstica e sexual em Cuiabá.

Segundo
os dados do Sistema Nacional de Agravos e Notificações Compulsórias (SINAN) de Cuiabá, em 2009 foram notificados 06 casos de homens que sofreram algum tipo de violência e 22 casos em mulheres. Em 2010, foram notificados 05 casos de homens e 38 casos de mulheres que sofreram algum tipo de violência. Já em 2011 foram notificados 02 casos em mulheres e nenhum em homem.

As
notificações servem como monitoramento para as ações das políticas de saúde pública. O telefone para denúncias é o disque 100.


Mais informações:
3617- 7379
 

Enviar Matéria Imprimir Voltar
Matéria(s) relacionada(s):
  • Enfrentamento ao tráfico de pessoas durante a Copa é tema de seminário

  • Conselhos Tutelares terão plantão ampliado durante o Carnaval

  • Lei determina notificação compulsória em caso de violência contra criança e adolescente

  • Número de atendimentos na Casa de Amparo aumentou 20% em 2013

  • Virginia Mendes organiza tarde de beleza para vítimas de violência doméstica

  • Cuiabá participa de validação de campanha internacional contra a exploração sexual

  • Mauro Mendes avalia projetos que visam a reduzir índices de violência na Capital

  • Simininas participam de caminhada pelo fim da violência contra mulheres

  • Prefeitura de Cuiabá apoia 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher

  • Secretaria apoia ato público de enfrentamento à violência doméstica

  • Lei Maria da Penha é tema de palestra no CREAS Norte em Cuiabá

  • Creas Norte realiza palestra sobre prevenção à violência doméstica

  • População é beneficiada com serviços sociais da Prefeitura de Cuiabá

  • SUGESTÃO DE PAUTA: Assistência Social promove palestra contra abuso sexual

  • Campanha Faça Bonito: Ação preventiva é realizada com 250 estudantes de Cuiabá

  • Sociedade deve se mobilizar para enfrentamento ao abuso e exploração sexual

  • Secretaria de Assistência Social de Cuiabá lança campanha de combate ao abuso sexual

  • Campanha quer despertar sociedade para combate ao abuso e exploração sexual

  • Prefeitura de Cuiabá vai levar história da Casa de Amparo a Londres durante evento mundial

  • Combate à violência contra a mulher depende de parcerias entre as instituições, acredita a primeira-dama de Cuiabá

  • Primeira-dama de Cuiabá é uma das debatedoras em palestra sobre violência contra a mulher

  • Valorizando Vidas: Assistência Social oferece palestras para moradoras do distrito da Guia

  • Servidores da prefeitura de Cuiabá participam da Campanha Mato Grosso Respeitando às Mulheres

  • Aumenta a notificação de violência contra a mulher em Cuiabá

  • Primeira dama de Cuiabá participa do lançamento oficial da campanha Mato Grosso respeitando a Mulher

  • Secretária de Assistência Social de Cuiabá participa da campanha "Mato Grosso Respeitando a Mulher"

  • Prefeitura de Cuiabá participa da campanha "Mato Grosso Respeitando a Mulher"

  • Sugestão de Pauta: Prefeitura de Cuiabá participa da Campanha "Mato Grosso Respeitando a Mulher"

  • Ezequiel de Siqueira promove passeata pela paz

  • Prefeito Chico Galindo apóia manifesto contra violência nos municípios

  • Cuiabá promove Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração de Crianças e Adolescentes

  • SMTU garante trânsito seguro à mobilização contra exploração sexual

  • Saúde capacita servidores a identificarem violência doméstica

  • Secretário de Assistência Social visita unidades subordinadas à Pasta

  • SME e Secretaria de Estado de Segurança Pública se unem no combate às drogas

  • Casa de Amparo às Vítimas de Violência de Cuiabá é elogiada pela Embaixada de Portugal

  • Combate à exploração sexual na Praça Alencastro

  • SMTU interdita vias para proporcionar segurança aos participantes da Parada Gay

  • Saúde estrutura rede de atenção às vítimas de violência

  • Praça Alencastro, nº 158 - Centro

    CEP: 78005-906

    Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

    © 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá