Quinta, 20 de janeiro de 2011, 12h00
A- |  A+

Saúde

Comunicado: Divisa divulga esclarecimento sobre o Lira


 O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) que iniciou-se em Cuiabá em 2010, demonstra a situação de infestação do município no prazo médio de uma semana, possibilitando rapidez e oportunidade das informações e a identificação dos criadouros predominantes, de forma a direcionar as ações de controle para as áreas mais críticas.

Por amostragem, os bairros aglomerados em extratos são classificados segundo o grau de risco de transmissão da dengue pela presença do vetor Aedes aegypti, com isso viabilizando a intensificação das ações de controle vetorial, essenciais para prevenir os casos de dengue. Nos imóveis visitados são identificados e tratados os tipos de criadouros não removíveis existentes, estabelecendo-se a partir disso a melhor estratégia de combate ao criadouro predominante, seja ele depósito para água, lixo, ou vasos de plantas que são os três principais tipos de criadouros encontrados em Cuiabá.

O LIRAa não se destina a classificar o município em endêmico ou epidêmico, é parte de uma estratégia de trabalho anterior à ocorrência de casos, visando a avaliar o risco de epidemia. Somente a análise do comportamento da doença considerando os anos anteriores e observando aspectos estatísticos é que permite definir um status como epidêmico ou não.

Em
2010 a informação referente aos casos de dengue em Cuiabá foi agilizada a partir de estratégias implantadas com o intuito de conhecer o mais rápido possível o seu local de ocorrência e assim demandar as ações de bloqueio do foco por meio da aplicação de inseticidas.

Paralelamente a essas ações, os mutirões de limpeza, que foram intensificados, já retiraram das áreas críticas mais de 3 mil toneladas de lixo, a mobilização social foi retomada, envolvendo assim os vários segmentos da sociedade num esforço conjunto de enfrentar a dengue.

Em 2010, no mês de janeiro, foram registrados 1.306 casos, 623 deles somente nas duas primeiras semanas. Em 2011, o numero de casos é de 60 nesse mesmo período.

No LIRA realizado em janeiro de 2010, obteve-se o resultado de 4,1 com um índice pluviométrico (chuvas) médio de
15 mm. Em 2011, em igual período, o LIRAa resultou em 6,4, porem o índice pluviométrico médio referente aos 19 dias de janeiro está em 14,5, quase se equiparando ao de todo o mês no ano passado.

Ainda que a situação pareça favorável, não devemos nos descuidar e nesse sentido o LIRAa é um alerta para a necessidade de intensificar a participação de todos na luta contra o Aedes aegypti.

 

Mais informações:
3617-7379.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá