Sexta, 03 de dezembro de 2010, 18h00
A- |  A+

Educação

Servidores da educação recebem informações sobre o combate à dengue


Foto: Jorge Pinho- SME/PMC

Clique para ampliar

Atitudes simples, como evitar acumular lixo e entulho, tampar caixas de água, não deixar expostos tampinha de garrafa, casca de ovo, latinha, embalagens de plástico e vidro, copo descartável ou qualquer outro recipiente que possa acumular água, podem evitar que o mosquito da dengue se reproduza e, conseqüentemente, pessoas adoeçam infectadas pelo Aedes Aegypti.

Essa foi a tônica da palestra ministrada hoje (03-12) pela equipe do Escritório Regional de Saúde da Baixada Cuiabana (ERSBC) aos servidores da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá (SME), por meio das ações “Casa Limpa” e “Quem Sabe Faz para o Bem de Todos”, que envolvem funcionários de instituições da baixada cuiabana e levam informações para identificar e eliminar os possíveis criadouros do mosquito da dengue no ambiente de trabalho. A idéia é que essas atitudes sejam estendidas para a residência dos servidores e também para outros espaços de convívio.

De acordo com a gerente de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Dulcilene de Souza Strobel, esse trabalho desenvolve atividades voltadas para a prevenção e controle da doença em 11 municípios da região.

A gerente também explicou que o ERSBC é integrante do Comitê Interinstitucional de Mobilização, Prevenção e Controle da dengue em Mato Grosso. “Essas ações que estamos realizando são propostas apresentadas ao comitê para o combate à dengue em 2010 e 2011 para que todos os setores da sociedade sejam envolvidos, pois o controle desse mal não está apenas nas mãos do poder público, mas também na conscientização da população”.

Durante o encontro, os servidores da SME assistiram a um filme sobre o ciclo de vida do Aedes Aegypti, conheceram a situação epidemiológica do estado, Cuiabá e Várzea Grande e tiveram dúvidas sobre as formas prevenção e vigilância sobre a moléstia.

“Estamos aqui convidando vocês para vestirem essa camisa na casa, no seu ambiente de trabalho, na escola do seu filho para que o mosquito não se prolifere”, conclamou a técnica em Vigilância Epidemiológica da SES, Ana Paula Godoy Almeida.

 

Mais informações:
(65) 3645-6578

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá