Quarta, 06 de outubro de 2010, 17h02
A- |  A+

Educação

Programa Saúde do trabalhador atende profissionais da educação no Coxipó do Ouro


Foto: Jorge Pinho- SME

Clique para ampliar

Os professores e funcionários da escola municipal rural Nossa Senhora da Penha e França, no Distrito do Coxipó do Ouro, tiveram ontem (05-10), em período integral, um dia dedicado à saúde e a prevenção de doenças.


A atividade foi mais uma das ações do Programa Saúde do Trabalhador, desenvolvido pela Diretoria de Gestão de Pessoal (DGP), da Secretaria Municipal de Educação da capital (SME), com o objetivo de prevenir e prestar assistência à saúde dos servidores da rede de ensino da capital.

Durante todo o dia, professores e funcionários da unidade de ensino aferir a pressão arterial, fazer teste de glicemia, massagem quick, cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC), além de ginástica laboral.


Na avaliação do coordenador de Desenvolvimento de Pessoas da SME, Gilmon Ferreira de Araújo, o programa tem sido recebido positivamente pelas escolas e creches do município. “Com esse trabalho, muitas pessoas têm observado melhor a própria saúde. As que descobrem alguma alteração, são encaminhadas para o atendimento básico de saúde do município”, explicou.


O coordenador informou também que o programa realiza outros atendimentos, como visita de assistentes sociais a servidores que estão em licença médica e assistência psicológica, quando detectada a necessidade.

Umas das intenções da DGP, segundo Araújo, é aumentar o número de equipes para ampliar o atendimento às creches e escolas da rede. “Queremos estar mais próximos das unidades de ensino e avaliar o trabalho desenvolvido, com comparativos de antes e depois da implementação do projeto”.


Um dos maiores problemas encontrados entre os servidores, de acordo com a enfermeira do programa, Ana Paula Ribeiro, é o excesso de peso. “Isso é fruto de maus hábitos de alimentação e falta de exercícios físicos, o que pode desencadear problemas de saúde como hipertensão arterial e diabetes”.


Nesses casos, segundo ela, a equipe orienta os funcionários a procurar ajuda médica, adotar a reeducação alimentar e praticar exercícios físicos para ter uma vida mais saudável.


Na opinião do diretor da Senhora da Penha e França, Ednilson Albino de Carvalho, a principal contribuição do Saúde do Trabalhador é a atenção voltada com o bem estar do servidor. “Esse cuidado acaba impactando no ambiente de trabalho, pois o profissional se sente valorizado ao ter sua saúde acompanhada e receber orientações para uma melhor qualidade de vida”, pondera.


Carvalho ainda analisou que o projeto deve avançar e compor mais equipes para que todos os trabalhadores da rede possam usufruir dos benefícios promovidos pelas ações do programa. “O resultado virá com um melhor desempenho dos profissionais. Isso os motivam no ambiente de trabalho”.


“Além de aliviar o stress, sabemos como está nossa saúde”. Essa é avaliação da coordenadora pedagógica da unidade de ensino, Lucilene Rosa Magalhães, sobre o Saúde do Trabalhador.

Para ela, o trabalho na escola é muito dinâmico e envolve todos os profissionais, que resolvem situações delicadas durante todo o dia e o projeto contribui para minimizar as conseqüências negativas do cotidiano. “Seria importante que as atividades do programa fossem realizadas mais vezes”, reivindica.


A professora de Geografia Josilene Cristina Gugel, 33 anos, que fez uma avaliação da saúde, disse que esse acesso no ambiente de trabalho a esses serviços colaboram com os servidores, pois o tempo é escasso para procurar atendimento especializado. “Muitas vezes, procuramos um médico quando já estamos doentes. É muito válido termos aqui esse tipo de serviço. A massagem relaxante é muito boa também, pois trabalhamos muito em pé”.

 



Mais informações:

(65) 3645-6578
 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá