Segunda, 10 de setembro de 2012, 13h45
A- |  A+

Educação

Alimentação balanceada está entre as prioridades da rede de ensino de Cuiabá


Jorge Pinho-SME

Clique para ampliar

A alimentação escolar está entre as principais preocupações da prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME). Garantir que as crianças tenham uma rotina alimentar balanceada exige a análise e o monitoramento da Coordenadoria de Alimentação Escolar e das Técnicas em Nutrição Escolar (TNEs), também conhecidas como merendeiras.

As escolas e creches da rede de ensino da capital contam com um programa alimentar qualificado, que atende as necessidades alimentares diárias daqueles que passam a maior parte do tempo no ambiente escolar.

No caso das escolas, o cardápio é montado de acordo com a faixa etária de cada aluno. Os da Educação Infantil, por exemplo, recebem duas refeições por período, sendo um lanche na entrada e o almoço. Já os alunos do Ensino Fundamental recebem apenas uma refeição, o que é suficiente e condizente à idade e ao tempo em que passam na escola.

Nas creches, os bebês recebem seis refeições diárias, e as crianças, que já passaram da fase de amamentação, são alimentadas cinco vezes, já que passam o dia todo na unidade e merecem esta atenção especial.

Para elaborar o cardápio da rede de ensino de Cuiabá, é feito um estudo do que a região oferece, pois, de acordo com a Lei nº. 11947/09, no mínimo 30% dos produtos adquiridos devem ser da agricultura familiar, o que valoriza os alimentos regionais , aproveitando produtos sazonais.

Segundo a coordenadora de Nutrição Escolar da SME, a rede prioriza a ingestão de frutas e verduras, principalmente nas creches. “Queremos que essa criança já tenha o paladar acostumado com esses alimentos. Quanto mais cedo este trabalho se inicia, é mais fácil educar a rotina alimentar”.

Além disso, esta alimentação balanceada, preparada para todos os alunos, tem como objetivo suprir as necessidades calóricas de cada criança. O cardápio repassa para as crianças a quantidade de nutrientes que ele deveria estar ingerindo naquele período em que se encontra na unidade escolar”, destaca Mônica.

No entanto, todo este estudo e preocupação em tratar bem as crianças contam com o conhecimento e trabalho dos TNE’s, que são responsáveis pelo preparo de cada refeição, e recebem orientação e acompanhamento das nutricionistas da SME, responsáveis por monitorarem a alimentação escolar mensalmente, além de estarem atentas às individualidades e necessidades alimentares de cada criança.

Casos específicos

O trabalho da coordenadoria de Nutrição Escolar exige atenção e responsabilidade, pois existem exceções que devem ser tratadas com cuidado, como os casos de crianças que apresentam patologias relacionadas à alimentação.

Os casos mais comuns são de intolerância a lactose, glúten, alergia alimentar, sobrepeso e baixo peso. Mas, a rede atende também crianças diabéticas e com síndrome nefrótica. “A equipe de nutricionistas monta um cardápio diferenciado para estas crianças, e orienta os técnicos sobre como as refeições para elas devem ser preparadas”, explica Mônica.

Formação

A execução destas funções requer preparo e atualizações. Por isso os Técnicos em Nutrição Escolar passam por formações para aprenderem maneiras corretas de armazenamento, aproveitamento e conservação dos alimentos.

No momento, os profissionais estão cursando a “Formação de Manipuladores de Alimentos”, que teve início em julho, quando foram repassadas as orientações teóricas. Agora já estão na parte prática, que deverá ser concluída até o final de setembro.

Esta segunda etapa da formação está sendo coordenada pela gastrônoma Laura Ramos, que ensina sobre o aproveitamento integral dos alimentos, bem como confecção de pratos com proteínas de soja, que deverão fazer parte do próximo cardápio da rede de ensino.

A finalidade de todos estes detalhes presentes e indispensáveis à alimentação escolar é fazer com que estes profissionais tenham, antes de tudo, consciência sobre a importância dos benefícios que uma alimentação saudável traz à saúde destas crianças, e saibam proporcionar isso por meio da dedicação e atenção ao preparar cada alimento.

Quando a criança come bem, ela se sente mais disposta e mais preparada para desenvolver suas atividades diárias. Ou seja, no ambiente escolar, isso reflete de forma considerável no seu desempenho em sala de aula.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá