Sábado, 08 de outubro de 2011, 20h13
A- |  A+

Cultura, Esporte e Turismo

A 5ª Mostra Internacional de Teatro Infantil (MITI) está aberta e promete muita diversão para as crianças


Walter Machado- Secom Cuiabá

Clique para ampliar


Uma semana repleta de sonhos e magia. Exatamente isso que a criançada cuiabana encontrará na 5ª MITI, a Mostra Internacional de Teatro Infantil, que teve sua abertura oficial neste sábado (08-10) e vai até dia 16 de outubro, no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Mais de sete mil crianças são esperadas para curtir a programação que conta com 12 espetáculos, cinco oficinas infantis, três oficinas técnicas, exibições de filmes, e shows musicais que movimentarão a rotina das crianças da capital.

Já na abertura, as cerca de 50 crianças puderam se divertir com a apresentação do espetáculo “Quixote caboclo ou o poeta patativa”, da Cia da Tribo, de São Paulo. A Companhia usa linguagem do teatro popular como: teatro de animação, danças tradicionais e máscaras.

Representando a primeira-dama de Cuiabá, Norma Sueli Galindo, na abertura da Mostra, a secretária Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMASDH), Regina Kaezer, parabenizou a iniciativa dos organizadores em trazer para Cuiabá a 5ª MITI, se tornando parte do calendário da cidade e da agenda das crianças cuiabanas.

Para a secretária, a Mostra é fundamental na formação das crianças, pois proporciona a elas de forma acessível arte e cultura, pilares para a educação de qualquer ser humano. “Justamente na infância que deve ser despertado na criança o interesse pelo teatro. Este projeto é maravilhoso, e nós só poderíamos apoiá-lo”, frisa Regina.

O pró-reitor de Cultura, Extensão e Vivência da UFMT, Fabrício Carvalho, aproveitou para dizer que esta semana, inteiramente dedicada as crianças, será de sonhos e magias para os pequeninos. Bem como espera que a Mostra possa levar a cultura de forma democrática a elas e proporcionar bem estar e qualidade de vida.

Agradecimentos a todos os parceiros foram proferidos pelo coordenador geral da 5ª MITI, Eduardo Espíndola, durante a abertura do encontro. Segundo ele, a continuidade da Mostra só é possível graças a sensibilidade daqueles que dão importância para a formação humana das crianças.

O pequeno David de Souza, de 3 anos, era só risos na apresentação do teatro. Segundo a mamãe do menino, Fernanda de Souza, esta foi a primeira vez do garoto em um teatro. “Espero que seja o início de uma paixão. Quero despertar desde cedo em meu filho o interesse pela cultura“, revela.

Apoio

A prefeitura de Cuiabá é uma das patrocinadoras do evento, junto com a Caixa Econômica Federal e o Governo do Estado de Mato Grosso, via Secretaria de Cultura. O evento conta ainda com apoio do DCE da UFMT, Plaenge e Funarte. A Mostra é uma realização da Acênica, com produção da Ação Cultural.

Programação

Os shows infantis que acontecem no estacionamento em frente ao Ginásio da UFMT, iniciam no domingo, 09 de outubro, a partir das 16h. A primeira apresentação é do grupo Mosaico, com o espetáculo “Sambalelê”, com canções e brincadeiras que fazem parte do folclore brasileiro. A entrada é livre para todas as idades. A intenção é a interação com a platéia, que participa da musicalização do espetáculo.

Para fechar a programação o show “Cantar, Cantar, Cantar” do Neae, do Rio de Janeiro. Um show com histórias, brincadeiras e muita música. Ainda na programação vespertina de domingo, serão oferecidas oficinas a partir das 15h. Para participar dessas oficinas cada criança deve levar: uma garrafa pet com tampa, de2 litros ou de 2.5, uma caixa de tetra pack (caixinhas de leite) ou uma sacola plástica de mercado.

Na segunda e terça-feira (10 e 11-10), duas apresentações dão continuidade à programação da MITI, com a Cia VostraZ de Teatro de Mato Grosso e Cia Circo de Bonecos, de São Paulo, no Teatro Universitário da UFMT (às 9h, período matutino e 15h, no vespertino).

Audiovisual

A 5ª edição do MITI tem a novidade de ter um espaço exclusivo só do Cine MITI, no auditório do Centro Cultural da Universidade Federal do Mato Groso (UFMT), com capacidade para 300 lugares, local onde também ocorrem as oficinas lúdicas e infantis.

A exibição de filmes e desenhos ocorre entre os dias 10 e 14 deste mês, com seções que iniciam às 8h30 e às 14h da tarde. Entre as produções mato-grossenses está “Pobre é quem não tem jipe”, de Amaury Tangará, com exibição às 8h30, do dia 10 de outubro. O curta, que passa pela década de 50 no interior do Mato Grosso, retrata a inocência da infância no sentido mais puro. O diretor vai estar presente às 8h30 para um bate papo com a criançada.

Ainda no dia 10-10, mas na parte da tarde, às 14h, as crianças também participam de um bate papo com o diretor Marcelo Okamura, do desenho “A lenda do minhocão do Pari”, desenho animado produzido em Mato Grosso, que fala de um animal magnífico que habitaria os rios da região.

Os vídeos serão exibidos no Centro Cultural da UFMT, que tem a entrada pelo bairro Boa Esperança. No dia 11-10, terça-feira, no Teatro Universitário da UFMT, às 8h30 e às 15h, a Cia Circo de Bonecos, de São Paulo, apresenta “Guarda Zool”, uma história sobre um dia na praia, de qualquer pessoa. Fantasia extraída de nossas memórias, que não são diferentes das histórias vividas por outras pessoas. Nesse espetáculo, os limites do “isso pode” e “isso não pode”, tão normais entre pais e filhos, temperam os conflitos da peça. Além de recriar o ambiente de praia, a peça oferece um novo olhar sobre as diversidades lúdicas com que as crianças representam o mundo.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá