A- |  A+

O prefeito é cidadão brasileiro!


Walter Machado/PMC

Clique para ampliar

*Mauro Cid

A Constituição Brasileira afirma logo no início, que todos os brasileiros são iguais perante a lei, tanto em direitos quanto em deveres. Isto quer dizer,  que quando alguém se vale daquela velha e conhecida expressão “pau rodado”,  para se referir de maneira pejorativa às centenas de milhares de brasileiros que aqui chegam, está se comportando de modo ilegal, agindo fora da lei.

Aliás, essa é uma prática absolutamente preconceituosa, que não resiste à menor análise. Senão vejamos: alguém ousaria se referir a homens públicos do porte de Pascoal Moreira Cabral, Augusto de Leverger,  Ariosto da Riva, Ênio Pipino, Jânio Quadros, Blairo Maggi, Norberto Schwantes, Silval Barbosa e centenas de outros como “paus-rodados”? Penso que publicamente ninguém se atreveria a dar demonstração de preconceito tão baixo e tão vil.

Hoje em dia criou-se até um neologismo para esse tipo de agressão. Talvez com a intenção de amenizar a gravidade da situação, a prática passou a ser chamada de “ação politicamente incorreta”. É quando se quer dizer que o cidadão não foi feliz nas declarações que fez a respeito de alguém. Ou em todas as situações em que não se pode acusar de xenófobo o preconceituoso, posto ser o criticado natural de nosso próprio país. Não menos grave, contudo, como se percebe.  

A verdade nua e crua, porém, é que na maioria das vezes que taxamos alguém de “pau –rodado”, o que nos move é a mais pura e simples inveja – aquele defeito de caráter dos mais graves, apontado inclusive nos textos bíblicos como um dos sete pecados capitais. Isso nos leva diretamente à conclusão de que a maioria das pessoas que se vale desse recurso, queria mesmo era estar no lugar da pessoa criticada.

Para mim, que acredito na democracia como um todo, tanto na parte em que assegura os direitos, como quando discorre sobre os deveres do cidadão, é natural considerar o prefeito Chico Galindo como um homem de bem. Um personagem  que foi, é e sempre será bem vindo a Cuiabá. Creio que a maioria do nosso povo pensa como eu. Caso contrário, Galindo não teria sido eleito como representante do povo na Assembléia Legislativa, nem prefeito de Cuiabá, com a votação que teve.   

Além disso, deve ficar bem claro que a atuação passada do prefeito Chico Galindo no setor público de Presidente Prudente-SP, longe de vetar sua participação no processo político em cidade diferente (Cuiabá), antes o recomenda. Qualquer um pode compreender isso facilmente: trata-se de um político que trás na bagagem uma larga experiência no serviço público, e que tem posto em prática todo o aprendizado que desenvolveu durante sua vida. 

O que salta aos olhos é que muita gente nesta terra, que nem domina (e parece que jamais vai aprender) a arte de juntar letrinhas, insiste em atuar no jornalismo.  São pessoas teimosas, obstinadas e empedernidas, que à falta de argumento mais consistente, continuam a desfiar um rosário de aleivosias contra a administração do prefeito Chico Galindo.

O prefeito nunca escondeu que é natural de outra cidade; nem que atuou no serviço público de Presidente Prudente; muito menos que Cuiabá é a cidade que mora em seu coração . Ao mesmo tempo, também faz questão de lembrar que se sente muito honrado por se considerar um cidadão cuiabano, inclusive reconhecido oficialmente  por meio de honraria que recebeu da Câmara Municipal, quando ainda exercia o cargo de deputado estadual, concedoração esta que guarda com muito carinho.

A mim me parece que Chico Galindo é um político que nunca se considerou dono da verdade. Eu o vejo como um homem humilde, disposto a acertar, mas também com capacidade de reconhecer erros, sempre que isso ocorrer. Mas o prefeito também faz questão de ter o respeito que todo homem público merece. Aliás, o respeito é outro preceito básico que a Constituiçao assegura a todo cidadão brasileiro.

Quer tenha nascido em Curitiba-PR ou Quixeramobim-CE, seja ele político ou não, sempre deve merecer o nosso respeito. 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá