A- |  A+

Euze Carvalho quer maior interação das equipes


Na reunião de hoje (26-05) na sede do Sindimed, quando diretores do Pronto Socorro de Cuiabá e da Secretaria de Saúde discutiram com o presidente do Sindicato dos Médicos, Ednaldo Lemos, as próximas etapas de melhorias a serem implementadas naquela unidade de atendimento de urgência e emergência, o adjunto da Saúde, Euze Carvalho, observou que 'a estabilidade do quadro funcional do PS já representa um grande avanço nesse segmento'. Ele rememorou a situação vivenciada recentemente, quando a unidade hospitalar não conseguia atender à demanda diária de pacientes, muitos espalhados pelos corredores, por falta de leitos.

"Melhorou, sim, e bastante. E se hoje o Pronto Socorro está com outra cara, com seus pacientes devidamente acomodados em salas climatizadas e assistidos por médico s especialistas, é porque as soluções efetivamente aconteceram rápido em prol da população da Capital e do interior, que o Pronto Socorro atende maciçamente".

Euzes elogiou o trabalho do prefeito Chico Galindo e do secretário municipal Antônio Pires para resolver essa questão em tempo hábil. Também enalteceu a preocupação do Sindimed - Sindicato dos Médicos de MT em exigir que alguma solução urgente fosse viabilizada no Pronto Socorro. "Juntos, Secretaria e Sindimed, levantamos bandeiras importantes para que a Saúde seja um elemento prioritário não apenas do Município, mas igualmente do Estado, instituição capaz de prestar auxílio efetivo à área. Com o apoio do governo estadual, e levando-se em conta a quantidade de pacientes oriundos do interior de Mato Grosso, que aportam diariamente no Pronto Socorro, fica bem mais fácil o PSA cumprir sua missão".

O médico ainda discorreu acerca da necessidade de se promove r uma discussão ampliada em relação aos profissionais militantes na Atenção Básica, Primária e Secundária. "É fato que temos muitos atritos entre esses níveis". Ele citou que as policlínicas da Capital também andam sobrecarregadas, com uma média de 40 mil pacientes/mês apenas no Pronto Atendimento. "O grande problema é que os profissionais lotados no Pronto Atendimento são recém-formados, daí a grande massa de pacientes encaminhados por eles ao PS".

Segundo o presidente do Sindimed, Ednaldo Lemos, o segundo ponto de pauta do sindicato são os leitos de retaguarda no Pronto Socorro, pleito que espera contar com o apoio da Secretaria de Saúde, CRM e outros profissionais da área. "Melhorias nas condições de trabalho do PS já aconteceram, comprovamos lá, além das registradas no atendimento geral. Porém, a disponibilidade do leito de retaguarda é fundamental. O deputado estadual Emanoel Pinheiro, líder da Comissão de Direitos Humanos n a Assembleia Legislativa, prometeu nos ajudar. Inclusive, ele agendou audiência com o governador Silval Barbosa nesta segunda-feira, juntamente com o deputado Romualdo Júnior. Queremos convencer o governador a colaborar no tocante aos leitos de retaguarda".

 

 

 

 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá