A- |  A+

1ª Dama Norma Sueli e técnicos da UFMT analisam projeto de reciclagem do lixo


Foto:Pipo Figueiredo

Clique para ampliar

Cuiabá precisa implementar medidas eficazes no tocante ao descarte do lixo (coleta seletiva), fator que facilita o processo de reciclagem (ainda parcial) executado pelos catadores do Aterro Sanitário. Esse foi o tema da reunião ontem (06-06) à tarde no Salão Nobre do Palácio Alencastro, coordenada pela 1ª Dama doutora Norma Sueli de Caires Galindo, e cujos debates contaram com a participação do professor Paulo Modesto, da UFMT, considerado autoridade na área de engenharia sanitária, além de titulares das Pastas municipais (Seminfe, Meio Ambiente, Assistência Social) e representantes da Sanecap e Educação.

O professor Paulo Modesto fez uma exposição detalhada do que entende como problemática do lixo em cidades do porte de Cuiabá, enumerando medidas adotadas com sucesso em Londrina na área de reciclagem. Ele apresentou, com base nisso, um pré-projeto das incisões que podem ser feitas no sentido de se montar um programa para o aterro sanitário de Cuiabá e, na sequência, instituir a coleta seletiva de todo o lixo que chega diariamente no local.

Na opinião de Modesto, a educação ambiental é um dos elementos fundamentais para que o projeto de reciclagem se torne realidade eficiente na Capital mato-grossense, simultaneamente refletindo melhorias na vida dos profissionais lotados no aterro sanitário. É importante, conforme sugeriu, que cada secretaria monte uma estratégia de trabalho junto aos catadores, posteriormente unificando as ideias. O desenvolvimento de um programa de coleta seletiva junto às escolas também constou das sugestões de Paulo Modesto.

"Os municípios hoje têm prazos para resolver o problema da destinação dos resíduos sólidos. No operacional do sistema a ser implantado, é importante que todos os órgãos façam um esforço conjunto para a sensibilizar a comunidade. A Vigilância Sanitária e a Educação são pontos destacados neste trabalho, juntamente com a Secretaria de Turismo".

Ele mencionou uma enquete realizada há algum tempo pelo Ministério do Turismo em algumas cidades brasileiras, segundo a qual os turistas se preocupam muito com a destinação dos resíduos sólidos. "Em função disso, existem recursos disponibilizados para cidades com esse perfil. Daí que acho extremamente providencial criarmos um Fórum Permanente para discutir propostas uniformes acerca da questão. Cuiabá coleta diariamente quase 500 toneladas de lixo, e o agravante é que possui deficiências de estrutura urbana. Outro detalhe: 7% do lixo produzido não é coletado".

Ao final da reunião, foi criada uma agenda para a continuidade das discussões sobre a operacionalização das propostas, no Palácio Alencastro. O professor sugeriu que as reuniões futuras contem com a presença dos mentores dos programas de reciclagem desenvolvidos em várias cidades brasileiras, para que exponham suas experiências e sugestões dos módulos mais práticos que podem ser adotados
em Cuiabá. Pois cada cidade implantou um sistema diferenciado, explicou, "que funcionam bem".  Para que Cuiabá se insira aí, com sucesso, voltou a frisar, "é preciso promover uma campanha de conscientização da coleta seletiva junto à população. Sem isto, fica praticamente inviável sequenciar avanços nesta proposta".

Enviar Matéria Imprimir Voltar
Matéria(s) relacionada(s):
  • Prefeitura ameniza problema da poeira na estrada de acesso ao Aterro Sanitário

  • Prefeitura faz acordo judicial e recebe licença para o funcionamento do Aterro Sanitário

  • Lixo depositado no Aterro Sanitário deve ser recolhido para nova célula em 60 dias

  • Nova célula do Aterro Sanitário resolve o problema da destinação do lixo até o final do ano

  • Valorizando Vidas: Artesanato de material reciclado do aterro sanitário é exposto em Cuiabá

  • Trabalhadores da educação são formados para trabalhar informática como recurso didático

  • Técnicos dizem ser possível promover melhorias no aterro

  • 1ª Dama Norma Sueli e técnicos da UFMT analisam projeto de reciclagem do lixo

  • 1ª Dama Norma Sueli Galindo visita Aterro Sanitário e lança projeto social

  • Prefeitura inicia regularização fundiária do bairro Santa Izabel

  • Artistas plásticos comemoram aniversário de Cuiabá com exposição na praça

  • Novos profissionais da Educação começam ciclo de formação

  • Maurélio Ribeiro deixa o comando da Saúde aplaudido por servidores

  • Programa Nacional de Controle do Tabagismo será implantado em Cuiabá

  • Estado e Município articulam parceria para ampliar espaço físico do Pronto Socorro de Cuiabá

  • Henry anuncia liberação de recursos para Saúde de Cuiabá

  • Copa de 2014 trará investimentos de R$ 1,1 bilhão para Cuiabá

  • Carnaval 2011 é discutido em reunião na Prefeitura de Cuiabá

  • Cuiabá terá caminhões especiais para coleta seletiva do lixo

  • João Emanuel afirma que regularização fundiária é prioridade

  • Petrobrás oferece verba para projeto social em Cuiabá

  • Prefeito responde perguntas de internautas na Rádio Web América

  • Secretário fala da destinação final dos resíduos sólidos em Cuiabá

  • Praça Alencastro, nº 158 - Centro

    CEP: 78005-906

    Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

    © 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá