Segunda, 14 de maio de 2012, 14h12
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano

Sociedade deve se mobilizar para enfrentamento ao abuso e exploração sexual


Otmar de Oliveira

Clique para ampliar

“A informação é uma aliada. O envolvimento de todos nessa luta, que é muita justa, também deve ser. Não podemos nos ater ao atendimento da criança vitimizada, por isso nos mobilizamos e procuramos estratégias preventivas contra esse problema, que é tão grave”. A afirmação é da secretária Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Regina Kaizer, durante o lançamento da campanha “Faça Bonito – Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, nesta segunda-feira, que teve a participação de cerca de 80 pessoas.

Ela complementou que a ação proposta tem como objetivo principal evitar a violação de direitos e que o engajamento de distintos atores no processo é fundamental.

Só ano passado, dados de atendimento das duas unidades de Centros de Referência Especializados em Assistência Social (CREAS) Norte e Centro, administrados pela SMASDH, apontam o atendimento a 1.473 crianças e adolescentes vítimas de abusos e/ou exploração sexual.

A coordenadora geral dos Conselhos Tutelares de Cuiabá, Flávia Cristina da Silva Carvalho, defendeu durante abertura do evento, a criação de um Juizado Especial para tratar – com mais celeridade – os casos envolvendo crianças e adolescentes. Só no ano passado foram mais de 10,8 mil ocorrências atendidas pelos seis conselhos, sendo que desse montante,  440 foram de casos de abusos e exploração sexual. “Esse é o momento ideal de trazer o debate sobre esse ponto”.

“Muitas vezes as crianças são invisíveis aos adultos, não são ouvidas, ou se mantém caladas perante a situação. O agressor, que muitas vezes está em casa se aproveita desse fato. Ele nem sempre é o cara do mal, com roupas maltrapilhas. É o pai, o padrasto, o primo, o avô e até a mãe, a madrasta. Por isso a importância da mobilização com as crianças desde pequenas”, defendeu o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Átila Calonga, que teve a fala do ratificada pela secretária adjunta de Educação, Cilene Maria Maciel. “Estamos desenvolvendo um grande trabalho de cidadania”.

Mobilização dia 18 de maio

A campanha da SMASDH antecede a data de 18 de maio, lembrada nacionalmente como o ‘Dia Nacional de Enfrentamento’, que será marcado com um grande ato de mobilização na praça Alencastro a partir das 8 horas. Painéis, apresentações de vídeos sobre o tema, palestras, atividades recreativas, a entrega de cartilhas e informativos, integram o calendário de atividades programadas.

CREAS

Para prestar atendimento às vítimas de abusos ou de exploração sexual, a Assistência Social em Cuiabá conta com duas unidades (Centro e Norte) de Centros de Referência Especializados em Assistência Social (CREAS). As unidades possuem equipes técnicas multiprofissionais, compostas por assistente social, psicólogo, pedagogo, monitores, assessoria jurídica, para realização de atendimentos referenciados favorecendo a reparação da situação de violência vivenciada.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá