Terça, 24 de julho de 2012, 17h44
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano

Oficinas profissionalizantes são levadas para casas de acolhimento



A Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano de Cuiabá, por meio da Coordenadoria de Proteção Social Especial, realiza, no próximo sábado (28-07), oficinas para a confecção de bijuterias e de enfeites de biscuit para as mulheres assistidas pela Casa de Amparo Celcita Pinheiro e para as pessoas que se encontram no Albergue Municipal Manoel Miraglia. As atividades devem ser iniciadas a partir das 8h30.
 

De acordo com o coordenador de Proteção Social Especial, Edilson Proença, “essa é uma atividade terapêutica e que também pode agregar renda a essas pessoas”.  Somadas, as duas unidades podem abrigar até 100 pessoas. 

Os cursos serão desenvolvidos pelas instrutoras que desenvolvem atividades junto aos 13 Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) instalados na capital. 

A Casa de Amparo Celcita Pinheiro é destinada ao acolhimento das mulheres que sofreram algum tipo de violência doméstica. Ela oferece atendimento social, psicológico, acompanhamento jurídico e transporte. São serviços disponibilizados às mulheres protegidas e seus filhos, que permanecem, em média, por três meses na unidade. Elas só deixam a Casa depois que encontram um lugar adequado para que possam se instalar distante da figura agressora. 

A Casa de Amparo, fundada em agosto de 2002, é uma referência para o Estado de Mato Grosso. Ela disponibiliza 45 leitos para abrigamento. 

O Albergue Manoel Miraglia disponibiliza 58 leitos para o abrigo de famílias e oferece atendimento psicossocial, assim como o encaminhamento para emissão de segunda via de documentação, higienização, valorização pessoal, encaminhamento para tratamento de saúde, inclusão produtiva, dentre outras ações.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá