Quarta, 07 de agosto de 2013, 17h52
A- |  A+

Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico

Prazo para cadastro de feirantes termina nesta sexta-feira (09)


A Secretaria Municipal de Trabalho já cadastrou 300 trabalhadores de feiras livres desde o início do processo de recadastramento. No total, 1200 feirantes devem se cadastrar e o prazo termina nesta sexta-feira (09/08). A medida é necessária para implantação de projeto de revitalização e padronização das feiras livres do município.

O coordenador de abastecimento da Secretaria de Trabalho, Aparecido Alves de Souza, alerta que feirantes não cadastrados podem perder a permissão de comercializar nas 53 feiras livres de Cuiabá.

Os feirantes devem se dirigir à secretaria no período de 5 a 9 de agosto, das 8h às 17h, levando em mãos cópias do RG, CPF, comprovante de residência, certidão de casamento, carteira de feirante e duas fotos 3x4. A Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Econômico está localizada na Travessa Celso Luis Moraes de Almeida, 111, no bairro Poção.

A revitalização e padronização das feiras livres de Cuiabá atende a determinação do prefeito Mauro Mendes. A proposta foi apresentada pelo prefeito aos feirantes em abril e contou com a contribuição da classe. Modelos de sucesso também foram levados em consideração.

O cadastramento dos feirantes consiste na primeira etapa para implantação do projeto de revitalização e padronização das feiras livres. Em seguida, serão emitidos alvarás autorizando o exercício da atividade, que passará a ser regulamentada por Lei Municipal.

Diversos fatores detectados pela administração municipal culminaram na necessidade de mudança, entre eles a ausência de infraestrutura básica para realização das feiras, falta de autorização e alvará de muitos feirantes, estrutura física com grande desgaste, deficiência do cadastro dos feirantes, falta de legislação eficaz, gerando inúmeros problemas aos feirantes, administração e consumidores.

 “Com apoio da Secretaria Municipal de Obras Públicas, realizamos um amplo processo de discussão sobre a revitalização das feiras livres de Cuiabá, ouvindo representantes das 53 feiras de Cuiabá. Além disso, há dois meses uma equipe das secretarias de Trabalho e Obras, fez uma visita a Uberlândia (MG), que possui uma reconhecida organização e eficiência das suas feiras livres, para coletar subsídios para elaborarmos o projeto para Cuiabá”, salientou o secretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Elias Alves de Andrade.

Sendo assim, as mudanças sugeridas têm como objetivo a melhoria do serviço em todos os aspectos, proporcionando condições de trabalho, segurança e estabilidade de forma satisfatória.

 “A situação em que as feiras livres se encontram hoje, no que se refere à organização, higiene e limpeza, não condiz com a expectativa da população e dos próprios feirantes. O Poder Público, como responsável pelo setor, deve intervir de maneira decisiva para que esse tipo de atividade, que podemos considerar como parte da tradição cuiabana, tenha a qualidade necessária que uma Capital como Cuiabá precisa ter”, afirmou Elias Alves de Andrade.

 

Além de contar com mais estrutura para os trabalhos, os feirantes receberão qualificação profissional e poderão ter acesso a Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) para investir em seus próprios negócios, por meio do programa Cidadão 100%.

Segundo Elias Alves, a intenção é que o novo modelo de feiras-livres seja implantado em ao menos duas feiras até o final do ano, para, posteriormente, ser ampliado às demais.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3645-7219 / 7203.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá