Quarta, 31 de agosto de 2011, 16h33
A- |  A+

Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico

Feirantes do Porto recebem da Prefeitura carteiras de identificação profissional


Otmar de Oliveira

Clique para ampliar

 A partir de agora os feirantes do mercado municipal do Porto passam a contar com dois importantes documentos. Trata-se da carteirinha de identificação profissional e o termo de uso do solo, que a Prefeitura de Cuiabá entregou-lhes nessa terça-feira, em solenidade realizada no mercado do Porto. Ao todo foram beneficiados 118 trabalhadores, que terão a garantia de melhores condições de trabalho.

 

Conforme destacou o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Dilemário Alencar, o mercado do Porto é um dos principais pontos turísticos de Cuiabá, pois atrai pessoas de todas as partes do país que vêm conhecer os produtos tradicionais de Cuiabá. “Por aqui passam diariamente pessoas de todas as classes sociais, desde a A até a E. Isso significa que o trabalho deles é valorizado e reconhecido”, destacou ele.

 

Os direitos, deveres e obrigações dos feirantes, segundo o secretário, estão previstos no Decreto Municipal nº 4.461 de 15 de agosto de 2006, que dispõe sobre o funcionamento das Feiras Livres no Município de Cuiabá. Essas informações vão constar nas carteirinhas dos feirantes.

 

Dilemário Alencar informa que não serão somente os feirantes do mercado do Porto os beneficiados com as carteirinhas, mas todos os 1.500 trabalhadores que exercem essa profissão em Cuiabá. “A Prefeitura está organizando esse setor em Cuiabá. Depois de organizar todo o mercado do Porto vamos para as feiras do Verdão e da Miguel Sutil”.

 

Atualmente, Cuiabá possui 50 feiras livres, distribuídas em vários bairros da capital. Nessas feiras são comercializados produtos como frutas, verduras, legumes, carnes, pasteis, queijos, caldo de cana, doces e até mesmo roupas, brinquedos e artesanato.

 

Segundo a presidente da Associação dos Feirantes do Mercado Municipal do Porto, Silvânia da Costa, a entrega das carteirinhas de permissionário e o termo de uso do solo representa uma conquista muito grande para a categoria, pois vai garantir mais qualidade de vida e melhores condições de trabalho para todos. “Sou feirante há 25 anos e há 15 trabalho aqui no Porto e sei das dificuldades que enfrentamos no dia a dia para trabalhar. Essa ação da Prefeitura vai dar mais credibilidade ao nosso trabalho. Hoje conhecemos nossos direitos e deveres”.

 

Dona Fiona, 80 anos, conhecida popularmente como rainha do mocotó, possui uma barraca onde vende miúdos de porco e boi e o tradicional mocotó. Segundo ela, já perdeu a conta de quanto tempo trabalha com feira livre, mas uma coisa ela tem certeza: “com a carteirinha em mãos o nosso trabalho vai ser muito mais valorizado”.

 

Qualificação – além dessas ações, a Prefeitura, em parceria com a igreja Assembleia de Deus, está realizando um curso de qualificação de espanhol para os filhos dos feirantes do Porto. A iniciativa visa a prepará-los para trabalhar na Copa de 2014. “É uma oportunidade muito importante que estamos oferecendo a esses jovens, que terão a chance de entrar para o mercado de trabalho”, disse Dilemário Alencar.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá