Domingo, 17 de maio de 2020, 07h00
A- |  A+

Saúde / AVALIAÇÃO POSITIVA

Pacientes atendidos pelo SUS descrevem o compromisso dos profissionais na linha de frente

Desde o início da adoção de medidas protetivas para evitar a proliferação do contágio da Covid- 19, a Prefeitura de Cuiabá tem se reinventado nas estratégias, a fim de oferecer aos munícipes mais informação sobre a pandemia.


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Todo o monitoramento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde para informar a população cuiabana sobre a disseminação do Coronavirus (Covid- 19) na capital tem sido satisfatória, tanto para pacientes que procuram uma unidade de saúde mais próxima, ou no atendimento via telefone pelo 0800.

Alberto Romeu Pereira, morador do bairro Araés, região central de Cuiabá, é um exemplo desse acompanhamento que a Prefeitura tem feito para evitar a proliferação do vírus e para dar assistência a pacientes com casos suspeitos. Ele disse que se sente assistido pela área de saúde, tanto do município quanto em nível nacional, através do telefone 136.

Pereira conta que viajou dia 6 de março para Santa Catarina com a esposa onde foram visitar a filha, grávida de 6 meses, e familiares da esposa. Apesar do curto tempo de férias, foram até Nova Trento visitar o Santuário de Madre Paulina, viagem que fazem há mais de 30 anos. No dia 13 retornaram para Cuiabá com a filha e os três acabaram ficando dez horas no Aeroporto de Guarulhos em São Paulo. Era o início emergencial das medidas do anúncio da pandemia, mas o aeroporto estava sem álcool em gel, muitos banheiros masculino e feminino sem sabão e muito papel toalha amontoado. "Milhares de pessoas passavam por nós, muitos saindo do vôo, algumas sem máscaras e talvez uns 30 por cento usando o acessório. Foi impactante", conta Romeu que chegou a fazer uma denúncia à Anvisa, à administração do aeroporto e aos órgãos de Saúde quanto a péssima qualidade de higiene do aeroporto.

Chegando em Cuiabá no dia 17 ele teve dores no corpo, tosse com catarro e febre. Ligou no posto de Saúde do bairro Quilombo, e foi orientado por uma enfermeira que ficasse em casa e monitorasse a febre, que chegou a 37.8. Dormiu em quarto separado por vários dias, banho morno, alimentou-se de banana, beterraba, isotônico, tudo o que imaginava que pudesse repor 'energia'. Nesse período recebeu várias ligações da unidade de saúde perguntando sobre seu quadro, o que o tranquilizava mesmo não recebendo prescrição de uma medicação.

Seu quadro de saúde foi restabelecendo, mas sempre monitorado. No dia 8 de maio teve tosse, agora seca, e Alberto Romeu procurou por um médico na unidade onde foi atendido novamente, recebeu orientações e disse que nessa semana o médico do posto ligaria para ele, para realizar uma consulta por telefone e avaliação dos sintomas.

Por fim, foi orientado a cuidar da alimentação em decorrência de surgimento de gastrite e a manter o monitoramento da febre e os sintomas.

“Está tudo muito complicado, mas esses gestos em muito auxiliam nesse momento e até nos dão mais estímulo” – avalia o paciente.

A Prefeitura também disponibiliza informações sobre o avanço da pandemia em Cuiabá por meio de seus canais de comunicação. Algumas delas são os informes epidemiológicos semanais, painel dos casos atualizados diariamente, protocolos e recomendações técnicas da vigilância sanitária, canal de atendimento via telefone entre outras.

Serviço

Pelo número 0800-647-2242, quatro profissionais da área da saúde respondem as dúvidas da população neste momento de pandemia do novo Coronavírus, de segunda a sexta- feira, das 8h às 17h, sem pausa no horário de almoço.

 

 

 

 

 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá