Sexta, 02 de agosto de 2019, 17h02
A- |  A+

Saúde / EMPODERAMENTO

CS Tijucal promove ação em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Negra

Evento teve a participação de mulheres negras da região


O Centro de Saúde do Tijucal, com o apoio da Direção da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde e do Programa Municipal de Saúde Integral da População Negra, promoveu nesta sexta-feira (02), um evento em alusão do Dia Internacional da Mulher Negra, celebrado em 25 de julho.

Cerca de 50 mulheres negras e pardas da comunidade participaram da ação, que teve como objetivo, promover a valorização da mulher negra, bem como incentivar a aproximação destas mulheres, com o intuito de aprimorar e consolidar sua identidade e coletividade, estimulando o debate e reflexão acerca dos problemas enfrentados pelos negros ao longo dos anos.

De acordo com a Responsável Técnica da Política de Saúde da População Negra, Cleidimar Nunes de Almeida, durante o evento foram abordados tópicos como a mulher negra e a violência, a mulher negra e o mercado de trabalho, nível de escolaridade, como ela está inserida na sociedade hoje, entre outros. Também foi discutido a auto-estima da mulher negra e o quanto elas evoluíram neste quesito ao longo dos anos.

As enfermeiras do CS Tijucal, Tâmara Silva e Jovelina Cardoso foram as idealizadoras da ação na unidade de saúde, que funcionou no formato de roda de conversa. Para Tâmara, este tipo de evento é de extrema relevância para a comunidade. “Esses encontros são importantes para que a sociedade veja que a população negra existe e tem se empoderado. É importante pra mostrar que o desrespeito e o racismo não são mais tolerados. Além disso, também são necessários para que o poder público estabeleça ações de saúde voltadas às particularidades dessa população, que têm as maiores taxas de morbimortalidade no país”, explicou a enfermeira.

Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana Caribenha

Em 1992, foi realizado o I Encontro de Mulheres Negras Latinas e Caribenhas, na República Dominicana, onde foi discutido o machismo, racismo e as formas de combater. Do encontro nasceu também o Dia Internacional da Mulher Negra Latina e Caribenha. O dia 25 de julho foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992.

No Brasil, neste mesmo dia também é comemorado o Dia Nacional da Tereza de Benguela, em homenagem à líder quilombola que viveu no século 18 e que foi morta em uma emboscada. Esposa de José Piolho, Tereza se tornou rainha do quilombo do Quariterê, no Mato Grosso (MT).

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Galeria de Fotos:

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá