Segunda, 17 de fevereiro de 2020, 15h14
A- |  A+

Saúde / SEIS ANOS DE PARCERIA

Campanha ‘Liga Anti Mosquito’ reforça combate ao Aedes aegypti em Cuiabá

Ação acontecerá ao longo dos próximos 90 dias com envolvimento direto do setor de Educação em Saúde da Zoonoses


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya recebeu reforço pelo 6º ano consecutivo em Cuiabá,por meio da ‘Campanha Liga Anti Mosquito’. O lançamento da campanha que é fruto de uma parceria entre o Grupo Pereira (responsável pelos Supermercados Comper) e a Secretaria de Saúde - SMS de Cuiabá aconteceu nesta sexta-feira (14), no Comper do CPA I, com a presença do diretor da Vigilância em Saúde, Benedito Oscar Fernandes de Campos, técnicos da Vigilância Epidemiológica e de Zoonose e Agentes de Combate a Endemias.

Ao todo, a ação que acontecerá ao longo dos próximos 90 dias e terá o envolvimento direto do setor de Educação em Saúde, do Centro de Controle de Zoonoses, ligado à diretoria de Vigilância em Saúde (DIVISA) para capacitar multiplicadores de todas as lojas.

Segundo a responsável pelo departamento de coordenação de eventos do Grupo Pereira, Lidia Pachori a campanha Liga Anti Mosquito envolve ações internas, com palestras e orientações dos técnicos da Secretaria de Saúde, distribuição de material informativo e ações externas ao redor das lojas Comper. O objetivo, segundo ela é conscientizar os clientes quanto aos riscos e doenças que o inseto pode ocasionar à Saúde.

“Como não podemos ir até a casa dos clientes, nossos multiplicadores e fiscalizadores da Liga irão orientar a população dentro e ao redor das lojas, sobre quais os cuidados e formas de prevenção contra esse inseto que transmite essas graves doenças que podem, inclusive, levar a morte. Vale ressaltar que nossos funcionários e gerentes, já receberam todo o respaldo da Secretaria de Saúde e treinamento sobre como agir, especialmente neste ano que já está mais chuvoso que o ano passado e isso aumenta os riscos de proliferação”, enfatizou.

O diretor da Vigilância em Saúde, Benedito Oscar Fernandes de Campos parabenizou a iniciativa do Grupo. Segundo ele, parcerias como essas entre empresas, órgãos públicos e  comunidade são fundamentais para fortalecer o trabalho de conscientização e combate que já vem sendo feito pelo Município.

“A Prefeitura de Cuiabá trabalha incansavelmente na orientação e combate ao Aedes  e ter parcerias como estas da Liga Anti Mosquito reforça ainda mais o trabalho contínuo que o Municipio faz. É gratificante saber que podemos contar com essa parceria que já acontece desde 2015 e que ela seja o espelho para que outros empresários e instituições também se juntem a nós  em prol da prevenção e combate a esse grave vetor”, destacou o diretor.

O Agente de Combate às Endemias - ACE, Hélio Simião reforçou que a parceria contribui para sanar uma característica peculiar que Cuiabá tem em relação aos criadouros do mosquito Aedes aegypti. “Os principais focos de Aedes são encontrados em caixas d’água no baixo e o lixo doméstico, no fundo dos quintais e das lojas. Por isso é tão importante à multiplicação das informações e engajamento de todos nas ações de controle e enfrentamento do Aedes aegypti a rede Comper está de parabéns que essa pareceria perdure anos”, finalizou.

Sintomas

Dengue

A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele.

Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, entre outros sintomas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde.

Chikungunya

Os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Não é possível ter chikungunya mais de uma vez. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. O mosquito adquire o vírus CHIKV ao picar uma pessoa infectada, durante o período em que o vírus está presente no organismo infectado. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas.

Zika

Cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus Zika não desenvolvem manifestações clínicas. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos. No geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias. No entanto, a dor nas articulações pode persistir por aproximadamente um mês. Formas graves e atípicas são raras, mas quando ocorrem podem, excepcionalmente, evoluir para óbito, como identificado no mês de novembro de 2015, pela primeira vez na história.

 

 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Galeria de Fotos:

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá