Terça, 14 de setembro de 2010, 12h35
A- |  A+

Saúde

Agentes são capacitados para uso de novo larvicida de combate a Dengue


Foto: Divulgação

Clique para ampliar

O secretário Municipal de Saúde, Maurélio Ribeiro, participou da atualização da rotina de trabalho dos Agentes de Controle da Dengue que teve início, ontem (13/09), no auditório do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ). Mais de 100 agentes e supervisores de campo estão sendo capacitados para atuar nas áreas de risco como terrenos baldios, residências e estabelecimentos comerciais em Cuiabá.

“O trabalho dos agentes é tarefa fundamental para combater a proliferação do mosquito. Vamos trabalhar para evitar que no próximo ano a doença cause mortes”, ressaltou.

A novidade da capacitação deste ano é a introdução de um novo larvicida, o “Diflubenzuron” diferente do usado em anos anteriores que ficou conhecido como “Abate ou Temephos”.  O novo larvicida está sendo usado e recomendado pelo Ministério da Saúde, pelo fator de resistência detectado por pesquisadores em função do Temephos.

Maurélio Ribeiro informou que a atualização irá acontecer durante toda esta semana, das 8h às 17h, sendo que nesta terça-feira (14/09) a capacitação será voltada para os agentes da Região Oeste, na quarta-feira (15/09) para os agentes da Região Sul e na quinta-feira (16/09) para os agentes da Região Norte.   

Além do novo larvicida, o secretário de Saúde acredita que o esforço dos agentes de endemia deve ser focado no trabalho de monitoramento da doença, que tem efeito multiplicador nos bairros da cidade. “Os agentes são pessoas que estão em contato direto com o vetor (mosquito) de transmissão. São eles que lidam no combate direto do mosquito junto à população. São pessoas que precisam ser constantemente treinadas para diminuir as dificuldades que surgem no dia-a-dia”, disse o secretário, referindo-se aos obstáculos que enfrentam os agentes diante da recusa de entrada na casa, dos moradores durante visitas de rotina.

Conforme o secretário, ações estratégicas foram traçadas pelo município para reforçar o trabalho de rotina dos profissionais da Saúde. Ele informou ainda que os pedidos de exame de sangue de urgênia serão realizados nas unidades de Saúde, para dar agilidade no diagnóstico dos casos.

O diretor da Vigilância a Saúde e Ambiente (Divisa), Benedito Oscar Campos, disse que as quatro regiões da cidade (norte, sul, leste e oeste) serão monitoradas por equipes distritais que farão as notificações, limpeza e tratamento dos possíveis criadouros.

Programação

O coordenador do Programa de Combate a Dengue, Fábio Henrique da Silva, será um dos capacitadores do evento, abordando o conteúdo do Programa Municipal de Controle da Dengue e as Diretrizes Nacionais para Prevenção e Controle de Epidemias. O biólogo Elyerson Boaventura dará destaque para os aspectos morfológicos dos insetos e características dos principais gêneros de mosquitos de importância médica com ênfase no Aedes Aegypti.

A gerente em Vigilância à Saúde, Flávia Guimarães, irá abordar o papel da Vigilância no combate municipal; A bióloga Léa Rodrigues Lamas explicará a rotina de trabalho dos agentes e supervisores e a integração dos mesmos com a comunidade. Já a bióloga Ana Paula de Campos Silva enfocará o tema: “Abordagem (postura e higiene) e Orientação, Vistoria Peri e Intradomiciliar e Pesquisa Larvatória.

Número de casos

Cuiabá - Em 2009, de janeiro a abril foram notificados 5.800 casos de dengue. Já no mesmo período de 2010, o número de notificações caiu para 3.381 casos de doença. Conforme os dados revelam, há uma queda de 42% nos casos de dengue na capital nos primeiros quatro meses de 2010. Foram mais de 315 mil imóveis visitados pelos agentes de endemia este ano.

 

Mais informações:
3617-7379.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá