Terça, 15 de maio de 2018, 11h48
A- |  A+

Perfil / PERFIL

Rubens Conceição de Arruda, uma vida de fiscalização


Há 43 anos, Rubens Conceição de Arruda e Silva aceitou seu primeiro emprego na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, o ano era de 1977 aos seus 19 anos.

O trabalho era de motorista de ambulância do Pronto Socorro e, em suas recordações, o servidor lembra-se de não ser fácil o “batente”, como diz o jargão popular antigamente. 

“Trabalhávamos eu, meu irmão e o meu cunhado. Meu cunhado e eu engajamos no serviço público, mas meu irmão pediu as contas, não aguentou o batidão", contou.

Ao passar o tempo, eis que surge uma nova oportunidade para fazer parte da equipe de fiscalização da Prefeitura de Cuiabá, uma vez que, na época, não havia servidores específicos para atuar nesta área.

Jovem e determinado, Rubens não pensou duas vezes em assumir a uma função há mais. "Trabalhava de dia como motorista e a noite fiscalizávamos farmácias, restaurantes, supermercados, era tudo muito corrido, porém eu era novo e tinha gás", ressaltou.

A fiscalização tomou grande parte de sua vida, desde então, foram 20 anos como fiscal de transporte da antiga Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano.

Hoje com 60 anos de idade e, ainda fiscalizando, porém agora pela Secretaria de Ordem Pública, Rubão é um dos servidores mais antigos de toda a Prefeitura de Cuiabá ainda em atividade.

As lembranças são muitas, principalmente de amigos que trabalharam no mesmo setor e pelo processo natural da vida, hoje não se encontram mais entre nós.

Algumas histórias marcantes com os colegas é a chegada da fiscalização ao centro da cidade. De acordo com Rubão, os ambulantes saem correndo e se escondem, mas os que ficam dão trabalho.

Ele ressalta que o trabalho é de suma importância para população porque protege o cidadão de possíveis irregularidades de produtos que venham a causar prejuízos à saúde e comprometer a qualidade de vida.

Ainda segundo o fiscal, o primeiro passo é conferir a mercadoria com as notas fiscais e, posteriormente, em caso de irregularidades, é aplicada a autuação e então a apreensão da mercadoria é efetuada.

Lembranças

As histórias são tantas que Rubão mal consegue se lembrar de uma, porém depois de tanto esforço ele recorda de uma um tanto quanto incomum.

Era mais um dia de fiscalização quando então notificava um ambulante e, de repente, ele caiu no chão desmaiado. Por um momento, Rubão conta que o observou quando percebeu que era apenas fingimento.

Disse então que ela estava mentindo, foi quando a mulher então se levantou do chão e começou a chingá-lo.

Em meio a risos, Rubens também revelou também que já foi ameaçado várias vezes, mas que não teme pela vida já que todo o trabalho é feito de forma correta e de acordo com a lei.

Humanização

Rubens teve a oportunidade de trabalhar com nove gestores e, atualmente, se empenha para desenvolver com excelência seu trabalho na gestão Emanuel Pinheiro.

Segundo o fiscal, a atuação do prefeito tem feito com que se orgulhasse e dedica-se muito mais no trabalho, principalmente pela gestão diferenciada e inovadora movida pelo amor à cidade que jamais vira.

“Esta humanização era o que os cuiabanos precisavam! Este carinho, respeito e amor foram poucos que tiveram pela capital e além de poder ver como cidadão a nossa cidade mudando, ainda posso continuar oferecendo meus serviços e me empenhando cada vez mais", evidenciou. 

O fiscal destaca que mesmo com idade e tempo de serviço para se aposentar, ainda não passa pela cabeça se afastar deste meio.

"Aqui na Ordem Pública fazemos todos os tipos de trabalho, desde retirada de ambulantes até reintegração de posse. Eu amo o que faço e não suportaria ficar em casa. Enquanto eu tiver disposição para trabalhar eu vou ficar", reforçou Rubens.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá