Quarta, 26 de junho de 2019, 16h29
A- |  A+

Educação / ESCOLA CUIABANA

Texto base da Politica Educacional do Município já é considerado marco para a Educação

Após 20 anos, Cuiabá terá uma Educação que valoriza 300 anos de história e cultura, e que olha para o futuro


O prefeito Emanuel Pinheiro entregou durante evento realizado nesta quarta-feira (26), no Hotel Fazenda Mato Grosso, o texto base da Política Educacional da Rede Municipal de Ensino de Cuiabá, denominada Escola Cuiabana: cultura, tempos de vida, direitos de aprendizagem e inclusão.

Cerca de 730 profissionais da rede pública municipal de Educação participaram do evento e, agora, após estudos e sistematização das reflexões e conteúdos, enviarão sugestões para o texto. A expectativa da Secretaria Municipal de Educação é de que até o final do ano, a Política Educacional de Cuiabá seja lançada, em seu texto definitivo.

Este é um momento histórico para a Educação de Cuiabá. Após quase 20 anos, a Capital passará a ter uma política pública contendo diretrizes e base para um projeto pedagógico da Educação Pública Municipal, que abrange desde a infância até o Ensino Fundamental e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), totalizando mais de 52 mil alunos.

Durante o evento, o prefeito Emanuel Pinheiro disse que a Escola Cuiabana será o projeto político educacional mais avançado dos últimos tempos e vai direcionar e estabelecer as metas para a Educação, para os próximos 20 anos. “É necessário criar essas diretrizes, e discutir com os profissionais até porque nesses últimos 20 anos, houve uma mudança significativa na forma de fazer Educação. Demos essa missão à Secretaria de Educação e, com o envolvimento dos profissionais, tendo como norte a linha adotada pela gestão, de humanização, paz e justiça social, e a valorização do que temos de mais caro na rede que são os profissionais e especialmente as nossas crianças, estamos lançando esse texto base e, tenho certeza, seremos um ‘case’ de sucesso na Educação Pública de Mato Grosso”, destacou Emanuel Pinheiro.

Perguntado sobre as garantias para a implantação dessas diretrizes e o financiamento da Educação, Emanuel Pinheiro disse que a Prefeitura já está garantindo as ações, sempre com qualidade, e acompanhadas de perto pelo prefeito, o principal fiscalizador da evolução de tudo que diz respeito à política educacional e lembrou as metas traçadas pela sua gestão para a pasta, uma educação pública inclusiva, integral, e que garanta qualidade e respeito aos profissionais educação e aos alunos. Ele lembrou que projetos e programas como o “Bom de Bola, Bom de Escola”, “Escola em Tempo Integral”, “Inteligência Emocional”, “Hora Estendida”, “Climatizar é Humanizar”, uniforme gratuito para todos os alunos, reforma da estrutura física da rede, a construção de mais sete CMEIs aumentando a oferta de vagas na Educação Infantil e transformação das creches e Centros de Educação Infantil Cuiabano (CEICs), a valorização dos profissionais com a Lei Orgânica já encaminhada para Câmara, salário em dia, RGA e todas as demais ações estruturantes estão inseridos  dentro da Escola Cuiabana, para que a Educação continue avançando.

O secretário de Educação, Alex Vieira Passos falou sobre os importantes avanços dos últimos anos e disse que o texto base é um marco para a política pedagógica do Município. “Iniciamos esse trabalho em 2017 e agora estamos apresentando para os 9 mil profissionais avaliarem. Em dezembro fechamos o documento e em janeiro, estaremos aplicando essas diretrizes fechando um ciclo de 20 anos, com a Educação que queremos e sabendo aonde queremos chegar”, destacou.

A secretária-adjunta de Educação, Edilene Machado destacou o processo de construção da proposta que está alinhada ao programa do prefeito Emanuel Pinheiro e a participação de todos os profissionais da rede. “Essa é a reorganização do nosso currículo de acordo com as orientações da Base Nacional Comum Curricular que preconiza o respeito ao direito de aprendizagem, o tempo das crianças, os ciclos de formação. Atendemos crianças de zero até o idoso e precisamos respeitar, estudar e conhecer o tempo de vida de cada um e saber o que essa criança e esse adulto precisam de conhecimento na sua vida. Além disso, temos 300 anos de história e cultura que estão enfatizados na nossa política”, salientou Edilene Machado.

A diretora do CMEI Engenheiro Oscar Amelito, Adila Terezinha de Andrade falou sobre a importância do momento para o trabalho nas unidades educacionais. “Percebemos uma educação humanizada, inclusiva, de verdade, e que se preocupa com o ser humano. Esse orientativo vai enriquecer ainda mais esse processo que já está acontecendo nas unidades escolares”, disse ela.

Participaram do evento, a diretora geral de Gestão Educacional, Mabel Strobell, a diretora de Ensino, Zileide dos Santos, diretora Geral Administrativa e Financeira, Silene Ticianel, o presidente do Conselho Municipal de Educação, Luiz Jorge, o presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão, o  líder do Prefeito na Câmara, Luiz Claudio, a secretaria municipal de Agricultura, Trabalho Desenvolvimento Econômico, Débora Marques, a diretora da EMEB Dep. Ulisses Silveira Guimarães, Sandra Aparecida Silva Moraes.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Galeria de Fotos:

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá