Terça, 23 de novembro de 2010, 16h35
A- |  A+

Educação

Escola municipal se prepara para traballhar com laptops em sala de aula


Foto: Jorge Pinho- SME

Clique para ampliar

Alunos, professores e equipe gestora da escola municipal Rita Caldas Castrillon, no bairro São Benedito, receberam hoje pela manhã a equipe do projeto Um Computador por Aluno (UCA), formada por profissionais do MEC, UFMT, Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso  e Portal da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

O programa é desenvolvido pelo Governo Federal com o objetivo promover a inclusão digital e subsidiar as práticas pedagógicas por meio da distribuição de computador portátil para cada estudante e professor de educação básica em escolas públicas.

Implementado em 2007, o UCA atendeu, inicialmente, cinco escolas em São Paulo, Porto Alegre, Palmas, Piraí e Brasília. Hoje o programa está em 300 unidades de ensino do país. Em Mato Grosso o programa contempla quatro escolas municipais e cinco estaduais.

De acordo coordenador de Formação
em Tecnologia Educacional da Seduc, Edevamilton de Lima, o uso dos laptops nas escolas dinamiza o processo de comunicação e acelera o desenvolvimento da aprendizagem porque professores e alunos aprendem a trabalhar com o equipamento. “A parte mais desafiadora do projeto é saber utilizar essa nova ferramenta no cotidiano da sala de aula”, ponderou.

O coordenador acrescentou que o UCA é um desafio para os gestores, professores e alunos, que são convocados a uma prática diferenciada do que acontece hoje nas unidades de ensino.

Na oportunidade, Lima também chamou a atenção para uso educativo da nova ferramenta. “Ao mesmo tempo em que é um instrumento mediador do conhecimento, o computador também pode ser uma arma, se mal utilizado. Por isso, temos que investir na aprendizagem e ter ao nosso lado os professores, responsáveis por dar o norte às infinitas possibilidades dessa máquina”.

Na avaliação do coordenador de Informática da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá (SME), Fernandes Gomes de Souza, que no ato representou o secretário da pasta, Permínio Pinto Filho, o UCA é um estímulo a mais para os alunos se interessarem pelo conhecimento, pois a escola está sendo reestruturada para atender ao projeto. No entanto, segundo o coordenador, o fundamental para o sucesso dessa nova prática é formação dos professores. “O equipamento por si só não tem importância no processo educativo se não tivermos profissionais preparados para operá-lo”, afirmou.

Para a diretora da escola, Marlene Alves Silva, a expectativa em relação ao projeto é positiva na perspectiva da sua contribuição no processo de aprendizagem. “Esperamos aproveitar ao máximo essa ferramenta, pois os alunos estão muito ansiosos”.

“Vamos trabalhar com algo novo para os alunos e para nós também”, ponderou a professora de Língua Portuguesa Geisela Cristina da Silva sobre a utilização do computador em sala de aula. Segundo ela, a intenção é que as aulas sejam mais dinâmicas e atraentes para os alunos.

Na opinião da professora, com os laptops, a escola passa a andar em compasso com a sociedade contemporânea, marcada pelo mundo informatizado. “Lá fora eles têm acesso às novas tecnologias. Se a escola não oferece isso, os estudantes ficam desinteressados e a escola fica obsoleta”, completou.

Para desenvolver esse trabalho, os docentes da escola Rita Caldas participam de hoje (23-11) até a próxima sexta-feira de um curso de formação no Centro de Formação e Atualização de Professores (CEFAPRO). A capacitação será dividida em várias etapas, com uma carga horária de 180 horas.

 

Mais informações:
(65) 3645-6578

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá