Sexta, 10 de setembro de 2010, 08h00
A- |  A+

Cultura, Esporte e Turismo

MISC exibe documentário sobre Arne Sucksdorff


O Museu da Imagem e do Som de Cuiabá “Lázaro Papazian – Cháu” (MISC) exibe até hoje, sexta-feira (10/09), o vídeo documentário “Arne Sucksdorff – Uma vida documentando a vida”, da pesquisadora mato-grossense, Bárbara Fontes. A programação começou no dia 08 de setembro, devido ao VI Encontro Regional de História da Associação Nacional de História (ANPUH-MT), “História, Natureza e Fronteiras” e I Seminário Internacional de História – “Territórios e Fronteiras”, que está sendo realizado na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

A intenção do documentário, segundo o coordenador do MISC, Ivan Belém é de apresentar aos participantes dos eventos promovidos pela ANPUH-MT, uma experiência audiovisual inspirada na vida desse importante cineasta, consagrado por seus trabalhos sobre o Pantanal.

“Arne Sucksdorff, cineasta, fotógrafo e pesquisador, foi o primeiro sueco a ganhar Oscar, na década de 1940. Ele chegou ao Brasil – Rio de Janeiro – em 1962, a convite do Ministério das Relações Exteriores e Unesco para ministrar o primeiro Curso de Cinema do país. Anos depois, Sucksdorff, casou-se com uma bióloga cuiabana e foi morar no Pantanal. Foi uma das primeiras personalidade a manifestar - em âmbito internacional -  a preocupação com a defesa da fauna e flora pantaneira. Também exerceu um importante papel social com os trabalhadores da região, principalmente na conscientização do homem pantaneiro sobre as necessidades de lutar pela sobrevivência do Pantanal”.

UMA VIDA DOCUMENTANDO A VIDA

“História da vida, da obra e da morte de Arne Sucksdorff, cineasta, escritor, fotógrafo, pesquisador e ambientalista sueco, que viveu no Brasil por cerca de 30 anos. As gravações do documentário foram feitas na Suécia, Rio de Janeiro, Cuiabá, Poconé e parte do Pantanal, e contam com a participação de mais de 30 pessoas. Arne morreu na Suécia em 2001, aos 84 anos, de enfisema pulmonar e Bárbara pode registrar as últimas imagens do cineasta vivo, entrevistar Dona Maria Sucksdorff, o diretor de fotografia Dib Luft, Luiz Carlos Saldanha, Eduardo Escorel e Flávio Migliaccio, além de conviver e revelar, no curta, excentricidades do famoso cineasta, um perfeccionista”. Barbara Fontes.

O documentário pode ser conferido, nesta sexta-feira, às 17h30. A entrada é franca. O MISC está localizado na Rua Voluntários da Pátria, nº 75, esquina com a Rua Sete de Setembro –, Centro Histórico.

 

Assessoria Secretaria Municipal da Cultura de Cuiabá
(65) 3617-1274 / 8415-0916

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá