Sexta, 10 de setembro de 2010, 10h00
A- |  A+

Cultura, Esporte e Turismo

Exposição de fotografias inicia hoje no Museu da Caixa D'água Velha


A paixão pela fotografia aproximou um grupo de pesquisadores e artistas visuais. Dessa parceria nasceu o coletivo “Meus Amigos Imaginários”. Após um ano de pesquisa, andanças, trocas de experiências e muitos registros fotográficos, o coletivo apresenta o fruto desse trabalho, na exposição, “Na ferrugem do tempo dês-vendo as cores da memória”.  A abertura será realizada, hoje (10/09), às 19h, no Museu da Caixa D’águaVelha, e prossegue até o dia 02 de outubro.

Casas habitadas mostram vestígios das vidas que abrigam o barulho de crianças nos quintais, o aroma da comida sendo preparada, vasos de flores enfeitando as janelas. As abandonadas, por sua vez, revelam outros sinais; a tinta que descasca e expõe as cores do passado, metais que sofrem ação da ferrugem, o mato e as marcas da chuva que se infiltra por entre telhas e vidros. Objetos e fragmentos foram capturados minuciosamente, pelo olhar atento de quem observa o abandono. A exposição é composta por 60 fotografias coloridas, além de objetos e paisagens sonoras.

Um dos membros do coletivo, Viviane Rocha, conta que os objetos foram coletados nos locais abandonados pesquisados. “Tijolos, telhas, cacos de vidro, cadeira, engradado com garrafas vazias de refrigerante”, informou os pequenos fragmentos dessas casas.

Rodolfo Polzin, outro integrante do coletivo “Meus Amigos Imaginários”, destaca que a paisagem sonora, editada digitalmente a partir dos sons capturados nos locais estudados, pretende recriar o ambiente de abandono encontrado nas casas. “Um som oco e distante, repleto de vazio em contraste com o movimento intenso da cidade. Uma vídeo instalação, com imagens de janelas de casas. Isso também faz parte do conjunto de obras que compõem a exposição”, acrescentou.

As obras são assinadas pelo grupo, sendo apenas uma etapa do ciclo da pesquisa, a cerca da poética do abandono na Capital. Caroline Soares, Hugo Loriano, Juliana Curvo, Rodolfo Polzin e Viviane Rocha formam o coletivo “Meus Amigos Imaginários”.

Museu da Caixa D’água Velha está localizado na Rua Comandante Costa, esquina com a Nossa Senhora de Santana – Centro de Cuiabá. O espaço cultural está aberto à visitação de terça à sexta-feira, das 09h às 18h. Sábado e domingo, das 10h às 17h.

 

Lis Ramalho
Assessoria Secretaria Municipal da Cultura de Cuiabá
(65) 3617-1274 / 8415-0916

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá