Governo / MEDIDA DE BIOSSEGURANÇA

30 de Julho de 2020 08h15

Reabertura do comércio com horário alternado ajuda a evitar superlotação em ônibus e alivia o trânsito

30/07/2020

BRUNO VICENTE

Luiz Alves

O decreto nº 8.020, assinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro na segunda-feira (27), estabelece o retorno de diversas atividades econômicas na Capital. A reabertura do comércio, todavia, está diretamente ligada a uma série de medidas de biossegurança, que devem ser aplicadas pelos estabelecimentos. Uma dessas ações determinadas no documento é a variação no horário de funcionamento de cada setor. 

Adotada a partir do diálogo com entidades representante do segmento produtivo local, a alternância no período de funcionamento é entendido pelo chefe do Executivo como uma forma de pulverizar o horário de pico. Dessa maneira, conforme o gestor, é possível evitar superlotação no transporte coletivo, congestionamento no trânsito, além de aglomerações em diversos locais frequentados por trabalhadores e público em geral.

A iniciativa faz parte do plano estratégico de retomada gradual e segura das atividades econômicas, que havia sido empregado pelo Município no primeiro semestre deste ano. No entanto, por cerca de 30 dias, o planejamento foi interrompido por conta da decisão judicial que impôs a quarentena coletiva obrigatória na Cidade Verde. Agora, com uma nova formatação jurídica e novo entendimento do decreto estadual, a programação foi resgatada. 

"Precisamos evitar aquele conceito ultrapassado de que todo mundo sai de casa às 7h, todo mundo almoça às 12h e todo mundo retorna para casa às 18h. Ao propor essa alternância, também começamos a preparar um novo modelo de desenvolvimento e mobilidade urbana para o pós-pandemia. Pode ser o início da construção de uma cidade mais tranquila e com o trânsito mais solto", explica Pinheiro. 

Para ajudar no combate ao contágio do novo coronavírus (Covid-19) e conter aglomerações de pessoas, o prefeito garantiu ainda a manutenção da totalidade da frota de ônibus do transporte coletivo municipal. "A população continuará contando com 100% dos veículos circulando e atendendo a demanda da cidade. Isso também ajuda a evitar superlotação", destaca. 

Para possibilitar a volta ao trabalho com segurança, visando sempre proteger a saúde e a vida das pessoas, o prefeito Emanuel Pinheiro estabeleceu os seguintes horários de funcionamento das atividades econômicas:

- Comércio de rua: segunda a sábado das 9h às 17h.

- Shopping Popular: segunda a sábado das 9h às 17h.

- Shoppings center: segunda a sábado das 11h às 21h.

- Prestadores de serviços em geral: segunda a sábado das 8h às 16h.

- Conveniências de postos de gasolina e distribuidoras de bebidas: Segunda a sábado das 12h às 21h, (domingos e feriados apenas delivery).

- Academias de musculação, ginástica, natação e congêneres: Segunda a sábado das 6h às 12h e das 16h às 21h.

- Lanchonetes, padarias, açougues, sorveterias, cafeterias e congêneres: Segunda a domingo das 6h30 às 19h.

- Bares, restaurantes e congêneres: segunda a sábado das 11h às 21h, (domingos e feriados apenas delivery).

- Salões de beleza, barbearias e congêneres: Segunda a sábado das 10h às 20h.

- Toque de recolher das 22h às 5h. (Permitido delivery de alimentação até às 00h).