Quinta, 12 de setembro de 2019, 17h18
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano / PROFISSIONALIZAÇÃO

Mulheres se destacam no curso de Pintor de Obras do projeto Qualifica Cuiabá 300

Nessa 1ª etapa, serão capacitadas 611 pessoas com término previsto para o dia 13 de setembro


Vicente Aquino

Clique para ampliar

As mulheres estão conquistando cada vez mais espaço em áreas que antes eram predominantemente masculinas. O curso de pintor de obras, oferecido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio do projeto Qualifica Cuiabá 300, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), teve metade das 60 inscrições feitas por mulheres.

As atividades são realizadas na Unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro Tijucal. Com algumas desistências nas turmas, as mulheres ficaram em maior número no curso.

O principal diferencial da presença feminina no setor da Construção Civil é que elas são muito mais detalhistas e cuidadosas ao manusear um pincel, por exemplo. Quem garante isso é a aluna Sandra Martins, 56 anos. Segundo ela, quando soube do curso, correu para garantir a vaga por se identificar com a pintura. “A princípio, penso em realizar pequenas obras pessoais, alguns retoques em casa, mas se pintar um serviço estou pronta”, comentou.

Sem perder a feminilidade, com muito estilo, unhas pintadas de vermelho, dona Locila Benedita da Silva, 57 anos, conta que está sendo uma experiência fantástica. “Estou amando o curso, nós mulheres temos tudo para despontar no ramo profissional, pois somos muito mais dedicadas, persistentes, mas sem perder o estilo”, comentou.

Gilsevan Teixeira dos Santos, professor do Senai no curso de Pintor de Obras reforça a estatística de que a presença da mulher nesse ramo de trabalho está aumentando a cada dia. De acordo com o professor e especialista no assunto, as mulheres estão sendo cada vez mais requisitadas que os homens para as atividades que exigem mais paciência e precisão, como o acabamento das obras, revestimentos de partes externas e a finalização dos detalhes. “Quando a preocupação maior é a estética, a ajuda da força feminina faz a diferença. Hoje, elas ocupam cada vez mais espaços profissionais que antes eram considerados masculinos”, destacou.

Na oportunidade, o professor explicou que as aulas são 99% práticas, onde os alunos colocam a mão na massa literalmente. Além disso, conta Gilsevan, por mais que seja um curso de pintor de obras, os alunos aprendem técnicas inovadoras. “Ensino os meus alunos a não serem mais um na área. O segredo é a inovação, tem que ter um diferencial para se destacar no mercado de trabalho”, frisou ele.

O projeto que tem como idealizadora a primeira-dama Márcia Pinheiro, sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (Smasdh) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), tem como principal objetivo oferecer qualificação a população de baixa renda e com risco de vulnerabilidade.

As atividades estão sendo ministradas nos três turnos (manhã, tarde e noite), com uma média de 20 a 30 participantes em cada turma. Nessa 1ª etapa, serão capacitadas 611 pessoas com término previsto para o dia 13 de setembro. A 2ª etapa do projeto já está com as inscrições abertas e podem ser feitas em uma das 14 unidades dos Cras.

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá