Sexta, 20 de setembro de 2019, 11h00
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano / QUALIFICA 300

Curso de Corte e Costura Industrial do Qualifica Cuiabá 300 resgata vidas e sonhos

A turma faz parte da unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) CPA


José Ferreira

Clique para ampliar

Modelar, cortar e costurar são algumas das técnicas que as alunas do curso de Corte e Costura Industrial tiveram a oportunidade de aprender durante o curso oferecido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio do Projeto Qualifica Cuiabá 300, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Moradoras do bairro Drº Fábio e região conheceram todas as etapas de como confeccionar peças de vestuário em tecidos de algodão, como saias, shorts, vestidos, bermudas, calças, entre outras peças. Essa turma faz parte da unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Drº Fábio.   

O projeto é idealizado pela primeira-dama Márcia Pinheiro. Além da capacitação técnica e profissionalizante, os cursos estão devolvendo autoestima e vontade de viver aos alunos, que em sua grande maioria de baixa renda.

Prova disso é a aluna Aparecida Suzana, 57 anos, que redescobriu o sentido da vida com o curso. “Há cinco anos passei por um momento muito triste com a perda do meu filho. Desde então, perdi a vontade de tudo, desaprendi tudo que sabia antes. E agora consegui enxergar que a vida continua e que coisas boas estão por vir”, contou dona Aparecida.

Sem antes ter nenhum contato com a máquina, a aluna Cristiane Benites conta que não sabia nem colocar a linha na agulha, muito menos mexer na máquina de costura. Por estar desempregada, está aproveitando e fazendo vários cursos, pois além desse, está fazendo curso de informática básica, também pelo programa Qualifica. “Estou gostando muito, aprendendo muitas coisas novas. Estou cheias de expectativas”, ressaltou.

A professora do Senai, Zilene Silveira de Oliveira, explica que o curso ensina as formas de confecção com tecidos planos em máquinas industriais. Segundo ela, os alunos aprendem como fazer uma costura reta, formas de manuseio em vários tipos de máquinas, aprendem o que é um fio, uma bobina, entre outros. “Durante todo o período, eles aprendem desde o desenho da modelagem no papel, até a costura no retalho e posteriormente a peça totalmente modelada e pronta para vestir. No curso, a gente oferece uma noção de tudo. Se tiverem força de vontade e disposição para aprender com toda certeza irão conseguir uma vaga no mercado de trabalho”, destacou a professora.

“Por terapia, para ter uma renda extra ou transformar em profissão. Esses são alguns dos resultados esperados no curso de corte e costura. A atividade proporciona autonomia para criar as próprias roupas, fazer pequenos consertos e ajuda na economia doméstica”, ressaltou Zilene.

QUALIFICA 300

Os critérios para o acesso ao ensino é possuir registro no Cadastro Único, porta de entrada para os programas sociais, e ter o Número de Inscrição Social (NIS). As aulas estão sendo oferecidos pelos 14 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e os dois Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), além da disponibilização de cinco carretas móveis equipadas, três a mais em relação a 1ª edição, para determinados cursos irem até os bairros, cumprindo uma das exigências da Prefeitura que é de levar os cursos até os bairros para facilitar o acesso.

As aulas da segunda etapa começam nesta segunda-feira (23). 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Galeria de Fotos:

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá