Domingo, 05 de abril de 2020, 07h11
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano / ASSISTÊNCIA SOCIAL

Ações voltadas a população em situação de rua permanecem nesse momento de enfrentamento ao coronavírus

Cerca de 450 refeições continuam sendo distribuídas nos principais pontos da Capital


O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou em transmissão ao vivo pelas redes sociais que as medidas já adotadas pelo município no enfrentamento ao coronavírus devem prosseguir até o dia 10 de maio. A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência dará continuidade na distribuição de marmitas nos pontos de maior aglomeração de moradores em situação de rua, como as regiões da Rodoviária, Porto e em frente ao Restaurante Popular, no centro da Capital.   Todas as medidas adotadas pelo chefe do Executivo Municipal são fundamentadas em avaliações do Comitê da Enfrentamento contra o novo coronavírus. Seguem ainda as orientações da Organização Mundial de Saúde.

De acordo com levantamento apresentado pela equipe de abordagem da Secretaria, do dia 23 de março a 05 de abril, foram entregues mais de 5 mil refeições para essas pessoas em risco de vulnerabilidade social, o equivalente a 450/dia. “A estratégia voltada para esse público irá permanecer conforme determinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro. Todos os dias, de segunda a domingo, a equipe de abordagem estarão nas ruas oferecendo esse carinho especial nesse momento de pânico e frustação de todos”, disse o secretário municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Wilton Coelho.
Além das refeições, a equipe de abordagem da Secretaria está passando todas as orientações sobre as formas de prevenção ao Covid-19 com entrega de kits de higiene pessoal, águas e cobertores.
Essa ação de acolhimento se estende aos albergues municipais, sendo três unidades com capacidade de atendimento de até 50 pessoas. Segundo levantamento, hoje estão abrigadas 110 pessoas. “Infelizmente a Prefeitura não tem poder de polícia para obrigar essas pessoas a irem para uma das nossas unidades. Fazemos todas as orientações e mostramos a importância desses locais, mas a resistência é grande, a grande maioria não aceita pois os albergues tem normas e regras a serem seguidas”, reforçou o secretário.
Na oportunidade, o secretário disse ainda que foram adquiridos 300 colchões que serão entregues para possíveis novas ações de enfrentamento determinadas pelo prefeito. “Estamos trabalhando diuturnamente, traçando estratégias efetivas de atendimento de qualidade voltada a população em situação de rua que tanto precisam dos serviços públicos, principalmente da área social”.
No que tange a pasta social do Município, as 14 unidades d02 Centros de Referência Especializado (Creas) continuam abertas para atender as demandas de Cuiabá.“A Prefeitura está trabalhando de forma planejada para que o bem da saúde pública seja preservado. Colocamos em prática ações que, em conjunto, têm sido fundamentais para conter o avanço do Covid-19 em Cuiabá. Estamos enfrentando um momento difícil, mas temos a certeza que com a colaboração de todos vamos superar”, concluiu o prefeito Emanuel Pinheiro. 

 

 

 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá