Segunda, 11 de maio de 2020, 14h11
A- |  A+

Assistência Social e Desenvolvimento Humano / CUIDADO

Ação emergencial resulta no acolhimento de nove pessoas em situação de rua

Executivo oferta vagas em um hotel albergue para moradores em situação de rua


Ação de acolhimento emergencial com a população em situação de rua realizada na última sexta-feira (08) pela equipe de abordagem da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa Com Deficiência juntamente com a Defensoria Pública e representantes do Fórum Pop Rua, resultou no acolhimento de nove pessoas que foram encaminhadas para as três unidades dos Albergues Municipais instaladoos na capital. Essa foi mais uma ação desenvolvida nesse momento de pandemia contra o Coronavírus voltado para esse público.

Durante as abordagens, orientações sobre a importância do isolamento social foram repassadas para a população em situação de rua. De acordo com a coordenadora de Proteção Social Especial, Maggie Carolina Maidana, todas as pessoas acolhidas são do  sexo masculino, estão na fase adulta. Dentre eles, está um venezuelano. Para aqueles que não aceitaram o acolhimento foram entregues cobertores além de instruções sobre o auxílio de R$ 600 repassado pelo Governo Federal, bem como, instruções sobre documentações pessoais.

Os locais percorridos foram as regiões do Porto, Rodoviária e Praça Ipiranga. “Esse trabalho de sensibilização é permanente. É meta do nosso prefeito Emanuel Pinheiro e da nossa primeira-dama Márcia Pinheiro oferecer acolhimento para o maior número possível de pessoas em risco de vulnerabilidade social. Sabemos que muito ainda são resistentes, mas esse trabalho contínuo, aos poucos vai alcançando os resultados por nós esperados”, declarou a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

Na oportunidade, a secretária informou ainda que, os trabalhos de abordagem continuam, pois ainda existem vagas disponíveis, não só no Hotel Albergue como nos Albergues Municipais. “Com esses novos acolhidos, temos agora disponíveis cerca de 60 vagas, nos albergues municipais e no Hotel Albergue. 
Nos albergues municipais, são para pessoas em trânsito ou que vieram para Cuiabá e não conseguem voltar de imediato. A distribuição das vagas é feita de acordo com o perfil de cada um. “Os interessados devem fazer a triagem com a equipe dos Centros de Referência Especializado (Creas) que fará a distribuição de acordo com o perfil de cada pessoa”, salientou. 
Já no “Hotel Albergue” são para aquelas pessoas que já estão há algum tempo em lugares de grande concentração desse público, como o Morro da Luz, Praça do Porto, Rodoviária e Beco do Candeeiro. 
Participaram da ação a defensora pública, Drª Rosana Esteves, a integrantes do Fórum Pop Rua, os coordenadores do Albergue Manoel Miráglia  e do Centro de Referência Especializado (Creas) Centro e técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência.

 

Enviar Matéria Imprimir Voltar

Praça Alencastro, nº 158 - Centro

CEP: 78005-906

Telefone:(65) 3645-6263/6039 (Recepção)

© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura de Cuiabá